segunda-feira, julho 31, 2006

domingo, julho 30, 2006

Inquérito: Golo do Ano

Blog

Escolha o melhor golo da época. Pode ver os golos no portal do sapo.


Vote no melhor golo do Belenenses na época 2005/2006
3ª Jornada : MEYONG (Penafiel)
3ª Jornada: SILAS (Penafiel)
8ª Jornada: MEYONG (Rio Ave)
15ª Jornada: MEYONG (P. Ferreira)
16ª Jornada: MEYONG (Académica)
19ª Jornada: SILAS (U.Leiria)
21ª Jornada: RUBEN AMORIM (V.Guimarães)
26ª Jornada: SANDRO (Sp. Braga)
27ª Jornada: JOSÉ PEDRO (Boavista)
29ª Jornada: JOSÉ PEDRO (Benfica)
32ª Jornada: RUBEN AMORIM (P. Ferreira)
OUTRO
Free polls from Pollhost.com

Desde 23-07-2006

Leixões...

L.Rodrigues

Como este Caso Mateus nunca mais se resolve e a Máfia Nortenha anda sempre em cima do acontecimento, e agora já é tão claro, mas tão claro, que o Gil Vicente tem de descer, eis que surge novo argumento: quem deve ocupar o lugar do Gil Vicente é o Leixões!!!

Ou seja, quem deve ficar no lugar do Gil é um clube que entrou noutra competição, não foi prejudicado pelos actos dos Gilistas mas que, curiosamente, é do Norte... o que Leixonenses e Gilistas ainda não se aperceberam, é que para a Máfia Nortenha são todos meros peões do xadrez que é o futebol português. Que os reis e raínhas, trocam a seu bel prazer, sempre visando defender os seus interesses.

Leiam os regulamentos e falem depois...

sábado, julho 29, 2006

Falta de Comparência

L.Rodrigues

Viveu-se esta manhã uma situação caricata no estágio do Belenenses na Quinta da Beloura, uma vez que o jogo agendado para as 10:00 ante o Lusitânia não teve lugar, por falta de comparência do adversário.

Segundo o jornal Record, os esforços para contactar o Director Técnico Açoriano Raúl Oliveira foram infrutíferos, pois o telemóvel encontrava-se desligado. De forma a suprir este problema, optou o técnico Jorge Jesus por dirigir um treino.

Situação estranha, em especial pela impossibilidade de contacto com os responsáveis Açorianos. Com todas estas "mafiosidades" do Caso Mateus, é sempre de desconfiar...

sexta-feira, julho 28, 2006

Quadro: Disciplina 2005/06

Blog

Photobucket - Video and Image Hosting


O Belenenses teve ao longo da temporada 4 expulsões, apenas uma por agressão (Meyong frente ao Boavista no Restelo) e as restantes por acumulação de cartões amarelos. Destaque para os 7 cartões amarelos que a nossa equipa viu no jogo da Taça ante o Desp. Aves, de má memória. Pelé foi de longe o jogador mais admoestado, seguido por Sandro Gaúcho, um resultado expectável.

quinta-feira, julho 27, 2006

Videos 09 - Casino dos golos...

Blog

Top 5 Lucky Goals


Um golo pode ser um momento de inspiração. Mas também pode ser pura sorte...

2005/06 - Análise da equipa: Defesa

L.Rodrigues

Tal como a baliza, também a defesa azul, que nos últimos anos vinha a ser um, quando não o único, bastião da nossa equipa, teve uma época fraca. Num plantel construído sem um lateral esquerdo de raíz, a que se juntou em Janeiro um Rui Jorge já sem "pulmão" para defender, juntou-se um Amaral paupérrimo na direita e uma dupla habitual de centrais, com Pelé e Rolando, ambos individualmente muito valiosos, mas sem que nenhum dos 2 tenha o carisma necessário para comandar uma linha defensiva.

Estatísticas dos defesas do plantel 2005/06

Amaral - Depois de uma primeira temporada em que mostrou grande qualidade, nesta segunta época com a camisola azul Amaral acabou por ser uma decepção, chegando a ver-se, num período bem negro, afastado da equipa. Atabalhoado a defender e incipiente a atacar, foi muitas vezes um jogador a menos em campo. Mas o potencial está todo lá. Saiba-se trabalhar aquela cabeça... - 2,4

Vasco Faísca - O patinho feio da equipa. Depois de uma temporada em bom nível em Coimbra (onde passaram esta temporada a suspirar por ele!), chegou ao Restelo com a incumbência de jogar no lado esquerdo da defesa, ele que é central de origem. Não se atemorizou, esteve sempre "certinho" a defender, com as limitações óbvias de quem não é lateral de raíz nem tem apoio do meio campo, mas foi começando a não caír nas graças dos adeptos pelo facto de não atacar. A 6ª jornada, na derrota em casa com o Estrela, foi o princípio do fim: 2 atrasos mal medidos ao guarda-redes e resultaram nos 2 golos do adversário. Foi perdendo lugar na equipa, mas quando chamado deu sempre tudo. - 2,4

Rolando - Depois da revelação na época de estreia, a confirmação do seu valor enquanto central, apesar de por vezes ainda mostrar alguma "verdura". Também no ataque mostrou como pode desequilibrar no jogo aéreo. Naturalizou-se português e acabou a temporada no Europeu de Sub-21. Um diamante meio lapidado do Belenenses, que precisa de alguém a seu lado que mande na defesa. - 3,0

Sousa - Como de costume, começou a temporada de mansinho, quase sem se dar por ele. Não fez muitos jogos (apenas 16), mas naqueles em que participou encarnou, como é seu timbre, a alma Belenense. Não é à toa que foi o defesa com melhor classificação média no BdB e no Jogo. - 3,3

Gaspar - Poucos jogos, mas mostrou qualidades e que talvez fosse o patrão que faltou na defesa toda a temporada. Mais um que também nunca foi bem aceite pela bancada. - 3,0

Rui Jorge - Contratado em Janeiro, revelou-se um excelente reforço do ataque. Quanto à defesa, se já havia "buraco" com Faísca, o buraco defensivo manteve-se com a sua falta de pernas. Poderia ter sido de exterma utilidade se jogasse no meio campo com um lateral nas suas costas. Assim, o que melhorou no ataque descompensou com falhas defensivas. Ficou no Restelo como treinador dos juniores, quando me parecia ser importante ficar no plantel para jogar no meio campo. Foi o defesa com melhor classificação média no jornal Record. 2,6

Pelé - Depois de uma temporada 2004/05 em grande nível, em especial com Wilson a seu lado (o tal patrão que nos faltou), este foi um ano de menor fulgor, apesar de ter mantido o bom nível. Acabou transferido para o Southampton, da Division 1 inglesa, por 1,3 milhões de Euros, excelentes valores por um defesa. Foi o defesa com melhor classificação média no jornal A Bola. - 3,2

Carlos Alves - Internacional sub-19, lateral esquerdo, não se chegou a estrear. Ainda junior.

quarta-feira, julho 26, 2006

Meyong e Pelé

L.Vieira

Segundo a comunicação social, Meyong transferiu-se para o clube espanhol Levante numa operação que vai render 2 milhões de euros ao Belenenses.

Apesar de achar que o avançado vale muito mais não posso deixar de considerar - que a maior transferência de sempre da história do clube - um bom negócio face ás condições do mercado, e até à situação que o clube atravessa.

Assim, as duas transferências deste defeso rendem ao clube 3,3 milhões, valor que será mais do que suficiente (espero eu), para arrumar as contas da SAD!

Quero deixar uma palavra de agradecimento ao Meyong e ao Pelé, dois excelentes jogadores, que serão sempre recordados no Restelo. Boa sorte para os dois.

PS: que diferença para um tal gabonês...

terça-feira, julho 25, 2006

2005/06 - Análise da equipa: Guarda-Redes

L.Rodrigues

A baliza azul foi um sector extremamente estável da equipa nos últimos anos, com Marco Aurélio a manter a titularidade durante mais de 5 épocas consecutivas. No entanto, esta época revelou uma baliza azul "frágil", com Marco Aurélio em nível aceitável, mas sem ser o salvador de outros tempos, e com o surgimento do eterno suplente Pedro Alves entre o onze base nalguns jogos.

Estatísticas dos guarda-redes do plantel 2005/06

Marco Aurélio - Não estava a ter a influência habitual e tinha sido infeliz em 2 ou 3 lances, o que aliado a uma campanha contra si iniciada na 1ª jornada (jogo que perdemos 2-1 em Alvalade, com 1 único frango em todo o jogo, monumental, do guarda-redes adversário) e que pretendia "esconder" a falha gravíssima de Ricardo no golo azul. Tanto "falaram" sobre o Imperador, que logo desde aí ao mínimo deslize lá vinha o "já em Alvalade...". Acabou por perder a titularidade, que viria a reconquistar 3 jogos depois para maior descanso dos adeptos azuis. No último jogo, o fatídico de Barcelos, esteve no princípio do fim: lesionou-se com extrema gravidade no joelho logo aos 11 minutos, num prenúncio do que viria a suceder depois. Média do BdB - 3,0

Pedro Alves - Eterno suplente de Marco Aurélio, teve de esperar até aos 27 anos para se estrear com a camisola azul em jogos de campeonato. Nos 4 jogos que efectuou acabou por sofrer 7 golos, 6 deles nos 3 jogos como titular, e nunca se mostrou confiante e, menos ainda, inspirou confiança nos adeptos. Acabou por saír para o Estrela da Amadora em final de contrato. Média - Média do BdB - 2,0

Marco Pinto - Guarda-redes com idade Júnior, equipa pela qual jogava, foi o 3º guarda redes do plantel principal. Titular na equipa do Sporting que conquistara o título do seu escalão no ano anterior, mostrou nos treinos que possui bons predicados e enorme humildade. Não se chegou a estrear.

Novo reforço: Manoel

Blog

Manoel junta-se ao Belenenses é avançado e é o quinto reforço da época.

Depois de Costinha (ex-Leiria), Marco (ex-Braga), Mancuso (ex-Maritimo) e Rodrigo Alvim (ex-Paraná) é a vez do brasileiro representar o nosso clube. Na época passada Manoel integrou o plantel do Guimarães, emprestado pelo Sporting, onde jogou 18 vezes (10 vezes titular).

Confiram a noticia no site oficial e vejam o ponto da situação do nosso plantel no post abaixo.

Muchas Gracias Zézé

L.Rodrigues

E, não sendo ainda oficial, é praticamente confirmado: Meyong deixa o Belenenses por 2 milhões de Euros com destino ao Levante, de Valencia. Uma excelente venda, após uma temporada de fantásticos resultados desportivos do ponto de vista individual.

Ao Meyong, que sempre mostrou que a sua opção era a saída, mas nunca "esticou a corda", fica o meu desejo sincero de felicidades. Tenho a certeza que vai mostrar em Espanha o grande jogador que é, e o Levante será em breve pequeno para ele.

Foi um dos jogadores com mais classe que o Belenenses teve nos últimos 15 anos. Nele, é possível encontrar a diferença entre os "bons" e os "muito bons". Ele é destes últimos. Resta-nos agora tentar encontrar um novo Meyong por aí perdido...

Deixamos em anexo as estatísticas de Meyong com a camisola do Belenenses:
Meyong

segunda-feira, julho 24, 2006

Caso Mateus - Mais Futebol

Artigo de Luís Sobral publicado no MaisFutebol:

«Caso Mateus»: Comissão Disciplinar vai funcionar e decidir

Adriano Afonso, presidente da Assembleia Geral da Liga, vai nomear um terceiro jurista para a Comissão Disciplinar, restituindo ao órgão o quórum perdido com a demissão de Gomes da Silva.

A decisão está tomada e foi revelada pelo próprio Adriano Afonso: «Vou fazer funcionar o artigo 21º dos Estatutos que estipula que em caso de impossibilidade do presidente avança quem está a seguir», disse.

No caso, passará a ser Pedro Mourão o presidente interino da Comissão Disciplinar. Além de Frederico Cebola, o outro membro que se mantém em funções, será escolhido um «outro jurista», revelou Adriano Afonso. Passarão a ser três, o mínimo indispensável para que a CD possa funcionar e tomar decisões.

De acordo com Adriano Afonso, o novo nome será escolhido «quarta ou quinta-feira». Tomará posse de imediato o que permitirá à CD reunir-se logo a seguir e tomar uma decisão sobre o «caso Mateus».

Se não houver qualquer (outro) golpe de teatro, a decisão será favorável ao Belenenses, uma vez que os dois elementos que se mantêm, Pedro Mourão e Frederico Cebola, já antes votaram favoravelmente os argumentos do clube de Restelo. Mesmo que o terceiro elemento pense de forma diferente, estarão sempre em maioria.

Após essa decisão, haverá recurso para o Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

sábado, julho 22, 2006

Asterisco...

Blog

Imagens da autoria de "Xandala":

Asterisco por Xandala

Caso "Mateus"- Entrevista a Adriano Afonso

Blog

Entrevista com o Juíz Adriano Afonso, publicada no Diário de Notícias:

O complexo processo Mateus, no qual o Belenenses reclama pela indevida utilização do jogador angolano por parte do Gil Vicente, está a quebrar a Comissão Disciplinar (CD) da Liga, que anteontem ficou sem presidente. Gomes da Silva renunciou tanto ao cargo de líder como de membro da CD, invocando o próprio mau funcionamento do órgão - " com membros demissionários", "sem quórum e pouco actuante". Cabe agora a Adriano Afonso não deixar cair de vez a Comissão.

A renúncia ao cargo do presidente da Comissão Disciplinar da Liga surpreendeu-o?
Completamente. Nada me fazia supor que ele fosse renunciar ao cargo numa altura destas. Tinha-o - bem, e ainda tenho - como um homem digno e sério que se interessava pela instituição [Liga] e olhava pelos interesses do futebol, por isso mesmo é que a decisão que tomou me deixou totalmente surpreendido.

Contava com Gomes da Silva para resolver o 'caso Mateus'?
Ele sempre manifestou essa disponibilidade. Aliás, sempre achei que nas reuniões para analisar este complicado processo pudessem faltar os vogais mas nunca Gomes da Silva.

Que interpretação faz desta decisão?
Significa que as pessoas não querem resolver os problemas. Estão a 'abandalhar' o futebol português.

O órgão ficou sem quórum? Vai nomear alguém para presidente ou espera pelas eleições na Liga?
Vou fazer tudo para que esta Comissão Disciplinar se mantenha, de forma a assumir as suas responsabilidades e uma delas é resolver o processo Mateus. Segundo dizem os estatutos vou ter que nomear um presidente dentro dos elementos que compõem a Comissão, será encontrado pela ordem de precedência na lista. Posso também designar um jurista de fora para vogal, com três elementos a CD terá quorum. Vou ser rápido nas nomeações. No que depender de mim, este assunto não transitará para a nova direcção da Liga.

Que tem de tão especial o 'caso Mateus' que já provocou a renúncia do presidente do órgão e a demissão, não aceite por si, de dois vogais?
Por muito que tente não consigo perceber por que razão esse assunto se transformou num caso, assim como não entendo porque existe tanta falta de coragem e firmeza para se tomar uma decisão e aplicá-la. Veja-se o que se passou em Itália - aí sim era uma situação bem complicada, que envolvia muitos interesses, de ordem desportiva, financeira e política, e houve determinação.

Condena o comportamento que a Comissão Disciplinar tem tido no processo?
Não condeno ninguém. Antes de mais, se há alguém responsável é o presidente do Gil Vicente quando recorreu aos tribunais comuns por causa de um assunto desportivo. Sempre pensei que isto fosse fácil de resolver, era uma questão de aplicar com firmeza as sanções correspondentes à infracção.

Está a querer dizer que, na sua opinião, o Gil Vicente deveria descer de divisão e tudo ficaria resolvido?
Não disse isso, tanto mais que estou totalmente cego neste processo. Considero apenas que se houver infracção dos regulamentos deve-se aplicar sem receios nem cambalhotas a respectiva sanção. Se for a descida do Gil Vicente então que desça e acabe-se de vez com esta confusão.

E se o Gil descer é o Belenenses que sobe?
Não faço ideia. Aliás, estou mesmo a prever que isso será outro problema. Porquê o Belenenses? Por que não o Leixões, que foi o terceiro melhor classificado da Honra? Não sei...

Se for convidado irá aceitar integrar uma lista para as eleições da Liga?Não. Para mim já chega. Estou desejoso que termine o mandato porque se tem passado ultimamente não se coaduna com a minha forma de ser e agir. Gosto de transparência e não é isso que tenho visto.

Caso "Mateus" - Comunicado Oficial

Comunicado publicado no Site Oficial:

Sobre o chamado “Caso Mateus”, entenderam “Os Belenenses” S.A.D. e o Clube de Futebol “Os Belenenses”, prestarem as seguintes informações:

1. A forma como desde início de Maio decorre o chamado “Caso Mateus” é demonstrativo da total incapacidade dos Órgãos que superintendem o Futebol Nacional.

2. Assistimos durante a ultima semana à utilização de processos que julgávamos há muito erradicados da Sociedade portuguesa.

3. As manobras vergonhosas, os conluios, os compadrios utilizados durante estes cerca de 2 meses e meio, ficaram totalmente a nu no decorrer desta semana.

4. Os protagonistas deste caso, nomeadamente o Desembargador Gomes da Silva e o Advogado Domingos Lopes, independentemente da sua eventual responsabilidade disciplinar e criminal, demonstraram claramente não possuírem condições éticas e morais para integrar qualquer cargo a nível nacional de índole desportiva.

5. Na sequência da estratégia definida para este caso e já amplamente divulgada, “Os Belenenses” S.A.D. vão, de imediato, informar os Organismos Internacionais dos recentes desenvolvimentos, de modo a habilita-los a intervir em prol da celeridade da decisão deste caso.

6. Atendendo a que a FIFA tem seguido com muita atenção a evolução do chamado “Caso Mateus”, certamente irá proceder em conformidade.

7. Em casos semelhantes a FIFA actuou suspendendo a participação dos clubes e das selecções dos respectivos países nas competições internacionais.

8. Se tal vier a acontecer “Os Belenenses” SAD não se sentirão minimamente responsáveis pelos enormes prejuízos que virão a ser causados ao Futebol Português, à sua Federação e clubes.

9. A Responsabilidade caberá, por inteiro, a quem, objectivamente, obstruiu a justiça, alimentando manobras dilatórias, ridículas, tendo em vista o entorpecimento da Justiça.

10. Também são responsáveis os que, pelos cargos que ocupam, podiam e deviam exigir celeridade neste processo e não desenvolveram nenhum esforço nesse sentido, continuando a agir como se nada se passasse e que tudo estivesse a ser transparente e claro.

Lisboa, 21 de Julho de 2006

A Administração dos Belenenses SAD

A Direcção do Clube de Futebol «Os Belenenses»

sexta-feira, julho 21, 2006

Caso Mateus: Gomes da Silva

L.Vieira

GOMES DA SILVA, juiz desembargador!!
Envolvido no processo “Apito Dourado”.

Curriculum no Caso "Mateus":
- Muda intenção de voto numa semana
- Aceita que o membro do CD Domingos Lopes que havia pedido dispensa mude de ideias e volte a votar
- Inventa um voto de qualidade
- Adia reunião do dia 19 alegando motivos pessoais
- Despacha “incidente de suspeição” pedido pelo Gil Vicente, embora os regulamentos não o prevejam, extravasando as suas próprias competências, uma vez que ele não era o relator do caso.
- Demite-se para não poder haver reunião no dia 21.

O que se passou nessa semana para mudar o voto? Quantos “doces” e “fruta” foram prometidos? Porque razão inventou o voto de qualidade? Que razões pessoais impediram de haver reunião na quarta-feira? É uma vergonha!!

E já agora, uma vez que o CD da Liga é incapaz de emitir uma decisão, porque é que o caso não transita já para a 2ª instância? A decisão final era sempre deste órgão!

O Belém que queremos

Palavras assinadas por "Galo Azul":

Nós não nos calaremos.
Onde houver escuridão faremos luz,
Onde houver ruido faremos música,
Onde houver mentira mostraremos a verdade,
Quando nos quiserem dar uma estalada numa face,
Antecipamo-nos e vamos ao focinho da incompetência e derrubamo-la.
Pode haver clubes muito grandes
Mas comparados connosco não são grande coisa.
Abençoado o dia em que o meu pai me levou ao Restelo.
Viva o Belenenses!

quarta-feira, julho 19, 2006

ENOUGH IS ENOUGH!

L.Rodrigues

Após ler entrevista de um tal de António Fiúza, também conhecido como Rei dos Soquetes, ao site Sportugal, e de ter conhecimento de mais um "cambalacho" Gilista para atrasar a decisão, desculpem, mas estou farto de aturar esta maluquice. Acresce a isto, ter informações que o tal Rei dos Soquetes insultou na Liga esta tarde Valentim Loureiro, Cunha Leal, Adriano Afono e Andrea Couto!

BASTA! Desculpem, mas isto está a tornar-se verdadeiramente nojento. Se o Gil Vicente acha que tem a razão do seu lado, porque não quer acelerar o processo?

Chegou a hora Belenenses. Agora, GRITA, ESPERNEIA, faz-te ouvir lá fora, na UEFA e na FIFA, que por conta da selecção portuguesa no Mundial devem uns milhões à FPF (que o oxigenado Madaíl deve estar mortinho por receber).

Mas agora não é a nossa hora enquanto adeptos, que já mandámos milhares de e-mails para centenas de sítios. Agora é hora de o clube se fazer representar ao mais alto nível em Genebra e expor a situação a quem manda nisto tudo.

Se há coragem para descer alguns dos maiores clubes do mundo em Itália, se na Grécia o Governo local em circunstâncias identicas ao "Caso Mateus" "baixou as orelhas", está na hora da intervenção da UEFA e FIFA.

SUSPENSÃO IMEDIATA DA PARTICIPAÇÃO DOS CLUBES PORTUGUESES E SELECÇÃO EM COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS, JÁ! E a decisão sei em meio-dia, vão ver.

Revista de Imprensa - 19/07/2006

L.Vieira

A rubrica Revista de Imprensa continua e hoje foram feitas 10 referências ao Belenenses.

Vendemos por 1,5 milhões? - Blog do Belenenses
Sochaux por Meyong - Jogo
Meyong pode render 1,5 milhões de euros – Record

A notícia do dia foi a possível transferência do melhor marcador da Liga Portuguesa por valores que já começam a aproximar-se do aceitável.

Rui Jorge vai treinar os juniores - Bola
Rui Jorge deverá ir treinar os juniores.

Caso Mateus volta sexta-feira à mesa – Record
O título diz tudo. Sexta à tarde na sede da Liga deve ser tomada nova decisão. Embora seja passível de recurso para o CJ da FPF.

Mais uma época - Bola
Diogo Carreira e Paulo Simão renovam com o basket do Belenenses.

O eterno "Globetrotter" – Record
Artigo sobre Orestes que representou o Belenenses em 2002/03. O jornal faz referência ao percurso do jogador, uma vez que ele troca sempre de clube no final da época: Belenenses => V.Setubal => Maia => Santa Clara => e agora Naval.

Lisboa assiste a duelo entre velhos "aliados" – Record
Hoje as selecções de Portugal e Reino Unido de basket em versão streetball vão-se defrontar na Praça da Figueira ás 14.30. Participam 3 jogadores do Belenenses – Diogo Carreira, Miguel Minhava e Jorge Coelho.

Liga autoriza inscrição de jogadores - Primeiro de Janeiro
Naval já pode inscrever jogadores e pequena referência para o facto do Belenenses estar inscrito na Liga de Honra sob reserva da decisão do CJ da FPF devido ao “Caso Mateus”.

Rincón só deixa a Madeira quando o Marítimo lhe pagar – Jogo
Rincon relembra que o empréstimo ao Gil Vicente pode estar condicionado pelo “Caso Mateus”. Eheheheh

Só tu – Bola
Artigo sobre Jardel e referência para os golos que marcou nas seis temporadas que esteve em Portugal incluindo 7 golos ao Belenenses.

Belenenses no Mundo: Rep. Dominicana

Blog

Vitor Ennes
Vitor Ennes
Sócio nº 4040
República Dominicana

Vendemos por 1,5 milhões?

L.Rodrigues

Segundo o jornal Record de hoje, o Belenenses tem em mãos uma proposta no valor de 1,5 milhões de Euros por Meyong, jogador cuja clásula de rescisão contratualizada se cifra nos 2,5 milhões de euros.

Penso que chegou uma altura crítica, em que há que negociar e tentar subir a parada (por exemplo, aceitando os 1,5, mas ficando com uns 15 ou 20% do passe, em especial se for para um campeonato "valorizador"), mas não podemos deixar fugir esta boa oportunidade de negócio, uma vez que é público que propostas destas não têm existido, antes se têm ficado por metade desta verba. Mas não nos fixemos apenas em valores, pois o que será preferível:
- 1,5 milhões a pronto?
- 2 milhões a 2 ou 3 anos?


Meyong é um jogador de classe pura. Dos melhores que o Belém teve nos últimos anos. Infelizmente em termos financeiros, chegou numa altura de angustiante recessão económica a todos os níveis, inclusivé futebolístico. Há apenas 2 ou 3 anos, já o tínhamos vendido logo no final da temporada por 2,5 milhões. Mas também, há apenas 2 ou 3 anos, não tinhamos conseguido ir buscar no início da temporada... contingências da crise.

Venda-se e, FUNDAMENTAL, aproveite-se o balão de oxigénio que serão estes quase 3 milhões de euros de alienações para REESTRUTURAR o clube. Aproveite-se ter um plantel praticamente completo e algum desafogo que estas vendas nos poderão dar e assuma-se a necessidade de MUDAR E CORTAR A DIREITO COM OS VÍCIOS do clube.

Por um Belém como ele é. GRANDE!

terça-feira, julho 18, 2006

RUGBY: Perspectivas para 2006/2007

R.Vasco



Depois de uma época 2005/2006 brilhante em toda a linha, em que apenas faltou a conquista do título nacional senior (que nos escapou na final, durante um jogo que terá sido o pior da temporada...), o Belenenses prepara-se para proceder em 2006/2007 a uma profunda remodelação da sua equipa. É pelo menos esta a minha ideia relativamente ao que se impõe, e ao que o nosso Rugby precisa.

Se de facto se concretizar a renovação da equipa, os sócios e adeptos do clube terão de se preparar para uma época um pouco abaixo da anterior, mas durante a qual o clube se poderá apresentar surpreendentemente forte nos relvados portugueses. Alguns importantes jogadores poderão sair da equipa, dando lugar a outros mais jovens e menos experientes, ainda que extremamente talentosos e impregandos da verdadeira mística do Rugby azul.

A saída dos 3 argentinos que este ano alinharam de azul (Manuel Castagnet, Emiliano Castagnet e Nicolas Formigo) poderá abrir novas «vagas» para miúdos oriundos dos juniores. Acrescente-se o fim da carreira de António Cunha (o mais internacional atleta do Belenenses da actualidade) e a crescente falta de disponibilidade de outros jogadores que sentem uma crescente dificuldade em compatibilizar o seu estatuto 100% amador com vidas profissionais e familiares cada vez mais exigentes...

Rapazes como Diogo Miranda, Carlos Gaspar, Duarte Bravo, Salvador Cunha (para referir apenas alguns) poderão de facto merecer mais oportunidades para ganhar experiência e força nas competições seniores de XV. Alinhando ao lado de outros atletas um pouco mais velhos, mas com larga experiência e ainda muitos anos de actividade pela frente (como o Diogo Mateus, o Sebastião Cunha ou o Manuel Mata Pereira), os campeões juniores de 05/06 poderão vir a ganhar o seu espaço num conjunto que revelou alguma falta de estabilidade em determinados momentos da temporada (como aconteceu na fase final da época), reforçando por isso a capacidade de resposta contínua do Belenenses a todos os imprevistos e dificuldades.

Não será também de estranhar que os azuis recorram uma vez mais ao mercado argentino – o mercado de eleição do Belenenses – para reforçar a equipa em algumas posições, dependendo de eventuais abandonos ou falta de disponibilidade de alguns atletas. Na minha opinião, o Belenenses precisa de:

- um pilar/talonador, capaz de suprir eventuais lesões/castigos dos luso-argentinos;
- um jogador para a posição n.º8 (Manuel Castagnet foi uma boa opção, mas não deeverá regressar a Portugal);
- um formação (a opção Bruno Nifo não chega para «todas as encomendas» e Carlos Gaspar ainda é inexperiente para determinados jogos);
- um chutador de «alta-precisão».



Para ajudar à leitura, eis a legenda dos números da imagem:

1 e 3 - Pilares
2 - Talonador
4 e 5 - Segunda Linha
6 e 7 - Flanqueadores
n.º8 - «Posição n.º8»

Os jogadores de 1 a 8 compõem o chamado «Pack Avançado»

9 - Médio formação
10 - Médio Abertura (por vezes é o «chutador»)
11 e 14 - «3/4 Ponta»
12 e 13 - Par de «Centros»
15 - «Arrier» ou «Fullback» (habitual «chutador»)

O regresso (ou não) de João Uva à equipa poderá também obrigar ao reforço da 3ª Linha, ou a eventual manutenção de David Penalva (desconheço se a intenção é ou não manter em jogador internacional do pack azul). Seria ainda interessante assistir ao regresso de Vasco Gaspar à sua casa de sempre, depois de uma passagem de alguns meses pela equipa de Agronomia, onde realizou muitos jogos no XV inicial (no Belenenses não teve essa possibilidade durante muito tempo).

A questão do(s) técnico(s) – seniores e escalões de formação – também deverá merecer a melhor atenção por parte dos dirigentes do Belenenses, mas sobre ela não direi mais nada.

Do ponto de vista organizativo e directivo, a modalidade deverá conhecer grande estabilidade, com a continuidade dos actuis dirigentes, seccionistas e vice-presidente. Uma equipa que, em conjunto, tem realizado um trabalho notável de «reorganização» do Rugby e de «reaproximação» da modalidade ao clube (como um todo).

Resta desejar a maior sorte do mundo à nossa equipa, e esperar que os sócios e adeptos do clube estejam mais presentes na temporada que se avizinha. A modalidade e os nossos atletas merecem-no.

Revista de Imprensa - 18/07/2006

L.Vieira

Regressamos hoje com a rubrica Revista de Imprensa. Infelizmente, não tem sido possível fazê-la com a regularidade que tínhamos pretendido no inicio, mas cá estamos.

Hoje temos 17 referências ao Belém na imprensa.

Os artigos mais importantes podem ser consultados no blog do amigo Lacerda:
Futebol: “Jesus só pensa no Benfica” - Bola
Futebol: “Jorge Jesus avisa Meyong e espera estrear-se na Luz - Jogo
Futebol: «Vamos voltar a conversar»”- Record
Futebol: «Vamos à Luz na 1ª jornada» - Record
Basket: “À espera dos saldos” - Jogo

Já repararam no titulo d'A Bola?? Se por acaso fosse o Sporting a jogar contra o Benfica, eles punham "Paulo Bento só pensa no Benfica"? Não acho...

Confesso que fiquei surpreendido com este artigo:
Caso Mateus: “ Impasse na reunião da "Disciplina" ” – Jornal de Notícias
«“A data da reunião da Comissão Disciplinar da Liga, que vai reavaliar o "Caso Mateus" por determinação do Conselho de Justiça (CJ) da FPF, continua a ser uma incógnita.

O Gil Vicente interpôs um pedido de esclarecimento ("uma reclamação para a conferência") junto do CJ e ainda não obteve qualquer resposta.

Além disso, o clube ainda nem sequer foi notificado do último acórdão do CJ, o que inviabiliza a reunião, sobre a qual - se ela vier a efectuar-se - o Gil vai lançar um incidente de suspeição em relação aos dois juízes "repescados" por Adriano Afonso, presidente da Assembleia Geral (AG) da Liga.

Sobre uma eventual demissão do líder da CD, Gomes da Silva - por, alegadamente, recusar sentar-se com quem terá ofendido a sua dignidade -, Valentim Loureiro disse que "as demissões são possíveis" mas que essa desconhece. Já o presidente da "Disciplina" não prestou qualquer declaração, nem confirmando, nem desmentindo.

Por outro lado. Luciano Rodrigues, assessor da direcção do Belenenses, afirmou ao JN que o clube lisboeta tem todas as condições para permanecer na Liga portuguesa, ao contrário do Gil Vicente.

"O presidente do Gil Vicente, António Fiúza, já admite ir jogar na Liga de Honra. É uma novidade a sua inflexão no discurso de alguns dias atrás", afirmou Luciano Rodrigues.

O dirigente reiterou que o facto de a questão do "caso Mateus" ter voltado à estaca zero "é um sinal de que as coisas possam ser a favor do Belenenses".

Se a votação se mantiver, tal como no passado, Luciano Rodrigues acredita que será favorável ao clube do Restelo por 2-1.

Recorde-se que, na primeira jornada da Liga, o Gil (ou o Belenenses) defronta o Benfica, em casa.

Manuel Luís Mendes e Américo Sarmento»

“Triatlo é o melhor desporto do Mundo - Entrevista a Anaiz“ - Notícias da Manhã
Entrevista à campeã europeia e mundial Anaiz Moniz atleta do Belenenses, que já tinha sido publicada ontem no jornal o Norte Desportivo.

Depois temos pequenas referências ao Belém:
“Pentacampeões em família” - Bola (A)
“Treinador e jogadores querem Circuito Mundial” – Jogo (O)

Regresso da equipa de rugby depois de conquistar o quinto campeonato europeu. Destaque para o jogador português mais regular do campeonato – Diogo Mateus – que é jogador do Belenenses.

“Vou dar o melhor de mim” - Bola (A)
“Grego Koloturos chega à experiência” - Jogo (O)

O jogo frente ao U.Leiria para de Fátima para Leiria.

“Saulo já aponta para o meio da tabela” - Jogo (O)
O jogador referenciado pelos jornais como possível reforço do Belenenses afinal assinou pela Naval.

“Ricardo veio para ficar” - Jornal de Notícias
Ricardo Sousa que já passou pelo Restelo volta para o Boavista.

“Vinte anos na presidência” - Bola (A)
Entrevista ao presidente da FAP que foi dirigente do Belenenses.

“Desafio tremendo para a permanência” – Record
Jorge Tavares vai mesmo para o Olivais e Moscavide.

O refúgio de João e Marisa - Correio da Manhã
"Marisa Cruz e João Pinto compraram quatro assoalhadas num dos mais caros condomínios do Estoril (...), quando o futebolista tinha quase como certo ficar uma época ao serviço do Belenenses.
O contrato não se concretizou(...)"

“Mercado” - Correio da Manhã

segunda-feira, julho 17, 2006

Quadro: Resultados Liga 2005/06

Blog

Tal como fizemos no ano passado, iremos publicar ao longo desta semana o resumo das estatisticas que a equipa do Blog do Belenenses registou no decurso da época 2005/06 - a quarta pior época da história do clube!

O primeiro artigo reune os resultados obtidos no campeonato nacional:

Photobucket - Video and Image Hosting
Photobucket - Video and Image Hosting


As estatísticas do ano passado podem ser consultadas na coluna da direita na caixa indicada como "Época 2004/05". No fim desta série de artigos também vai ser criada uma caixa para a época 2005/06.

S.O.S. Voz Amiga

Blog

sábado, julho 15, 2006

Calendário 2006/07

Blog

1ª jornada (27 Ago): Benfica - Belenenses
2ª jornada (10 Set): Belenenses - Setúbal
3ª jornada (17 Set): Académica - Belenenses
4ª jornada (24 Set): Belenenses - Naval
5ª jornada (01 Out): Belenenses - Boavista
6ª jornada (15 Out): Nacional - Belenenses
7ª jornada (22 Out): Belenenses - Paços de Ferreira
8ª jornada (29 Out): Aves - Belenenses
9ª jornada (05 Nov): Belenenses - Leiria
10ª jornada (19 Nov): Estrela da Amadora - Belenenses
11ª jornada (26 Nov): Belenenses - FC Porto
12ª jornada (03 Dez): Beira-Mar - Belenenses
13ª jornada (10 Dez): Belenenses - Braga
14ª jornada (17 Dez): Marítimo - Belenenses
15ª jornada (14 Jan): Belenenses - Sporting
16ª jornada (28 Jan): Belenenses - Benfica
17ª jornada (04 Fev): Setúbal - Belenenses
18ª jornada (18 Fev): Belenenses - Académica
19ª jornada (25 Fev): Naval - Belenenses
20ª jornada (04 Mar): Boavista - Belenenses
21ª jornada (11 Mar): Belenenses - Nacional
22ª jornada (18 Mar): Paços de Ferreira - Belenenses
23ª jornada (01 Abr): Belenenses - Aves
24ª jornada (07 Abr): Leiria - Belenenses
25ª jornada (15 Abr): Belenenses - Estrela da Amadora
26ª jornada (22 Abr): FC Porto - Belenenses
27ª jornada (29 Abr): Belenenses - Beira-Mar
28ª jornada (06 Mai): Braga - Belenenses
29ª jornada (13 Mai): Belenenses - Marítimo
30ª jornada (20 Mai): Sporting - Belenenses

sexta-feira, julho 14, 2006

Pelé no Southampton?

L.Rodrigues

É hoje noticiado pela imprensa desportiva que o Southampton contratou o nosso defesa Pelé por 1,3 milhões de euros. Se assim for, em período de mercado absolutamente deprimido, conseguimos uma óptima venda, de um bom jogador já perto dos 30 anos.

Surreal mesmo, seria vender o Pelé por 1,3 milhões de euros e não conseguir propostas sequer de 1 milhão de euros por Meyong, internacional Camaronês, 25 anos e melhor marcador do campeonato. Daí cada vez mais ter a certeza que o empresário do Meyong é muito, mas mesmo muito, fraquinho. Isto mesmo dando o desconto do Southampton estar cheio de dinheiro como resultado da venda, em Janeiro, por uns milhões de contos, de Theo Wallcot ao Arsenal.

Pelé jogou 3 temporadas no Restelo, proveniente do Farense. No primeiro ano jogou no meio-campo defensivo, com bons resultados (fortíssimo no jogo aéreo e a varrer pelo chão), tendo despertado bastante cobiça no mercado inglês. No ano seguinte, jogou no centro da defesa e manteve excelente nível exibicional, em especial com a entrada de Wilson para o 11 a meio da temporada. Esta época, a mais fraca em termos individuais desde que está no Restelo, ficou marcada por algumas falhas a nível individual e várias em responsabilidade a dividir com o colega Rolando.

Pelé tem tudo para ser um central de topo, faltando-lhe só uma característica que não se aprende: capacidade de liderança e de tomar decisões. Daí o seu melhor período ter sido com Wilson ao lado.

Vou sentir saudades de o ver chutar uma bola para a bancada (a chamada Lei de Baresi: não sabe, não inventa!) e ouvir o estádio chateado por ele ter chutado para fora. Esperemos desencantar um defesa de igual nível. Eu cá, se ficar, até apostava numa dupla Rolando e Faísca, porque Faísca está bem é no meio e parece-me ter condições para mandar numa defesa.

quinta-feira, julho 13, 2006

«Uma soma de disparates» (Adriano Afonso)

Blog

Publicado nas Notícias na Hora da Bola On-line:

O presidente da Assembleia-Geral da Liga de Clubes reagiu hoje às críticas do presidente do Gil Vicente, António Fiúza, que chegou a dizer que Adriano Afonso não estava no «juízo perfeito», e esclareceu que os culpados do «caso Mateus» são os responsáveis gilistas.

«Uma soma de disparates. Alguma vez essas declarações têm razão de ser? Se alguém é culpado é ele mesmo, porque colocou uma acção na justiça civil e portanto criou condições para poder existir esse castigo», esclarece Adriano Afonso, em declarações à Antena1.

O Gil Vicente corre o risco de descer de divisão, em virtude do «Caso Mateus».

quarta-feira, julho 12, 2006

"Posso garantir que vamos ficar na Liga" - António Fiúza

Blog

Artigo publicado pelo "Mais Futebol":

A equipa do Gil Vicente regressou de férias e iniciou os trabalhos de pré-época, ainda à espera do desfecho do Caso Mateus, que pode ditar a despromoção do clube à Liga de Honra. Na apresentação, o presidente do Gil não quis deixar espaço a dúvidas.

«Posso garantir que o Gil Vicente vai ficar na Liga. São os regulamentos da FPF que o dizem. O artigo 42 e o artigo 2 são clarinhos como água. Dia 27 de Agosto asseguro-vos que o Gil Vicente estará a competir no escalão principal», afirmou António Fiuza.

O dirigente historiou depois o processo, em que o clube arrisca sanção por ter recorrido a tribunal civil: «O «Caso Mateus» não é um caso desportivo, mas administrativo. É um caso de direito ao trabalho. Como sabem, ele é angolano e está há seis anos em Portugal. Jogou no Sporting, Casa Pia e Felgueiras, sempre com o estatuto de profissional. Como no ano passado o Felgueiras extinguiu a sua equipa profissional, o Lixa fez-lhe um contrato como contínuo, a auferir 374 euros por mês e com estatuto de amador, com a simples intenção de não pagar impostos. Isso é que é grave e deve ser denunciado

Fiúza deixou também críticas à actuação de Cunha Leal, director-executivo da Liga, no processo: «De 0 a 10, atribuir-lhe-ia nota zero. Recebeu-nos sempre com uma pedra na mão, porque pensa que manda na Liga. Mas o que ele sempre quis foi amordaçar os clubes

Em casa onde não há pão...

L.Rodrigues

... todos ralham e ninguém tem razão.

É o que me apraz dizer quando vejo e sinto os adeptos azuis perdidos e em busca de soluções. Vamos lá ver se aparece o pão, para todos conseguirmos assentar ideias.

terça-feira, julho 11, 2006

Comunicado do Gil - Já admitem a asneira!

Blog

Fax enviado pelo Gil Vicente à LPFP:

FAX

EXMº. SENHOR

PRESIDENTE DA LIGA PORTUGUESA DE FUTEBOL PROFISSIONAL

Rua da Constituição, nº 2555

4250 – 173 Porto

Transmissão via Fax para 22 834 87 56/7

Assunto : Sorteio do campeonato nacional da Superliga Época 2006/2007

GIL VICENTE FUTEBOL CLUBE, Agremiação Desportiva de Utilidade Pública, com sede na Rua D. Diogo Pinheiro, nº 25, Barcelos, vem expor e requerer a V. Excª. o seguinte:

1º O Gil Vicente Futebol Clube teve conhecimento pela comunicação social, designadamente por declarações e informações prestadas por V. Excª. aos jornais desportivos “A Bola” e “Record” de 11 de Julho de 2006, que por via do caso Mateus :”No sorteio dos campeonatos, será o Gil Vicente a constar na Liga, mas será feita uma anotação, prevendo possíveis alterações decorrentes da finalização deste processo” (jornal “A Bola”) e ainda que :” ... o sorteio da Liga Principal vai incluir o nome do Gil Vicente, mas mediante salvaguarda.” (jornal “Record”).

2º Perante esta situação, o Gil Vicente F.C. mantém que lhe assiste completa e decisiva razão, justiça e direito no processo em causa, pelo que a decisão final nunca lhe poderá ser desfavorável, nem nunca poderá ser alvo de qualquer sanção disciplinar, designadamente a de descida de divisão.

3º No entanto, vem por este meio esclarecer que mesmo para o caso hipotético deste clube sair vencido do processo em mérito, o que só por mera hipótese académica se admite, o artigo 43º do Regulamento Disciplinar da LPFP estabelece que :” A pena de baixa de divisão tem por efeito a descida do Clube sancionado à divisão imediatamente inferior na época seguinte”.

4º Por outro lado, o artigo 2º do Regulamento de Competições da LPFP estipula que :” A época desportiva das competições da Liga P.F.P. tem início em 1 de Julho e termina em 30 de Junho do ano seguinte.”.

5º Quer isto dizer, que na presente data já está em curso a nova época desportiva 2006/2007.

6º E, no caso do Gil Vicente vir a ser sancionado, o cumprimento da pena estipulada já não pode ocorrer na presente época de 2006/2007.

7º Mas somente na época desportiva seguinte, ou seja, 2007/2008.

8º Pelo que, por um lado, o clube recorrente “Os Belenenses-SAD” perdeu o interesse na manutenção do seu recurso e no seu desfecho favorável, pois mesmo que o Gil Vicente seja condenado, o clube do Restelo não colhe daí qualquer benefício, uma vez que nunca poderá ocupar nenhum lugar na Super Liga para a época em curso de 2006/2007, nem na futura época de 2007/2008.

9º Por outro lado, qualquer que seja o desfecho do processo em curso, o Gil Vicente F.C., por força dos regulamentos, tem que cumprir, de pleno direito e do início até ao fim, o lugar que lhe compete na Super Liga para a presente época de 2006/2007, sem alterações, nem salvaguardas, pois já não pode descer de divisão.

10º Do exposto resulta, sem margem para dúvidas, que não existe nenhuma razão de facto, nem de direito para que no sorteio dos campeonatos seja feita uma anotação, prevendo possíveis alterações decorrentes da finalização do processo relativo ao “caso Mateus”, nem para incluir uma salvaguarda quanto à presença do Gil Vicente.

Nestes termos requer-se a V. Excª que no sorteio dos campeonatos seja o Gil Vicente a constar na Liga, mas sem qualquer anotação, prevendo possíveis alterações decorrentes da finalização do processo em mérito.

Mais se requer que o sorteio da Liga Principal inclua o nome do Gil Vicente, sem nenhuma salvaguarda.

Pede a V. Excª. Deferimento.

O Presidente da Direcção

O Pingo

Artigo da autoria de António T. (Blue):

Lembro-me de antigamente sentar-me à mesa para jantar, onde estavam todos os da casa e imperava o silêncio. Durante a refeição era para estar sossegado e todos respeitavam isso. Um beliscão por baixo da mesa, uma canelada ou joelhada em surdina, mostravam algum desconforto e era declaração de briga ou mal estar. No fim da refeição o meu avô esperava os últimos, normalmente os petizes, com um ar ternurento e poderoso.

Os sinais pontuais de desconforto durante a refeição, significavam claramente uma disputa entre tios ou entre tia e avó, que só mais tarde sobraram para mim.

Com todos ainda à mesa, o "vamos lá saber o que se passa?" abria as exposições. Entre o serenar de ânimos e a pergunta objectiva, as partes falavam à vez. No fim um veredicto e eventualmente um castigo ou reparação, raramente contestado, mesmo assim quando o era, apenas de podia fundar em injustiça na apreciação ou por comparação (analogia) por decisão anterior e teria que ser imediatamente fundamentado. Neste caso, se fosse atendível ou má ponderação a coisa passava, mas se fosse inaceitável a penalização era agravada e merecia o célebre reparo "Não tens pingo de vergonha!".

Era assim na casa dos meus avós onde fui criado, a excepção à regra, era concedida à minha avó que quase surda, dava conta de tudo e o coração permitia-lhe atenuar um castigo, sem retirar a razão ou beliscar a autoridade e o mais que lhe poderia acontecer era um olhar espantado do meu avô a que respondia com um encolher de ombros.

Aprendi a associar esta imagem ao conceito de "bom chefe de família", homem justo que sabia ouvir e fazia justiça entre os seus e muito ouvido pelos patrícios. A queixa de um vizinho ou comportamento diverso das regras das pessoas de bem era reprovável com maior rigor nos de casa do que nos de fora dela.

É este "pingo de vergonha" que me incomoda na história.

O Sr António Fiúza passando por cima de tudo e todos, desde o presidente do Lixa que o terá repetidamente avisado da impossibilidade de inscrever um jogador amador à Liga que tendo recusado aceitar o contrato, a obrigou com o recurso aos tribunais, e cujo ónus atira para o jogador, mas o beneficiário foi o clube, acabando pelas ofensas gratuitas ao presidente de outro clube por este se sentir prejudicado e exigir justiça. Nem o pingo.

A Liga recolhe méritos na recusa da inscrição, na resolução do assunto com os tribunais e posteriormente na sua retirada de circulação. Aqui teve vergonha.

Três pingos é muito pingo para uma instituição que se deseja credível e vai daí, não abre de imediato o processo para descida imediata, uma vez que era do seu conhecimento e nele participou para impor os regulamentos, prejudicando a competição, salvaguardando apenas receitas de jogos e televisivas. Descurou aqui o preço da justiça e o ónus recai também sobre todos aqueles que se calaram, incluindo os belenenses e todos os clubes da super-liga que por conveniência "viraram a cara para o lado" após a recusa da inscrição e cessação da providência cautelar. E foi um pingo.

E sobre a Liga recai ainda a questão de nada ter feito em relação ao seu CD pelas tropelias, o dito por não dito, a rábula da escusa hoje, amanhã resolve-se, votos de qualidade. E lá foi outro pingo.

Resta saber o desfecho e se o pingo que falta cobre tudo.

Quanto ao CD os pingos de dois elementos que determinaram o seu pedido de demissão ou exoneração, foram gastos pelos outros dois, mesmo assim, recorreram ao crédito e estão endividados. Um já está dado à penhora o outro falido. Vamos ver se os primeiros fazem valer os seus pingos e mantêm o que foi feito, chamando assim com propriedade a si os seus pingos.

A Federação também não fica bem na fotografia, principalmente o seu CJ. Meio pingo.

Parafraseando o meu saudoso avô, "Não têm pingo de vergonha!".

segunda-feira, julho 10, 2006

Finalmente, futebol!

L.Rodrigues

Finalmente houve "futebol" no Restelo. Nem Caso Mateus, nem lamúrios de descida. Apenas e só a apresentação de uma nova época, motivo para os olhos voltarem a brilhar e reacenderem-se sonhos.

A manhã ficou marcada pela nova contratação, Mancuso, ex Marítimo, um médio centro que recupera muitas bolas e tencnicamente evoluído.

De realçar as ausências, com autorização do clube, de Silas e Vasco Faísca (sendo que pelo menos o primeiro até se deslocou ao Restelo) e o atraso de Meyong.

Durante a conferência de imprensa, o Eng. Cabral Ferreira confirmou a recepção de uma proposta do Lorient visando a aquisição de Meyong, à qual respondemos com uma contra proposta à qual esperamos resposta.

Mais informações no Site Oficial.

domingo, julho 09, 2006

Obrigado por crerem

L.Rodrigues

Exactamente escrito desta forma, porque a nossa selecção quis muito superar-se, mas acima de tudo tinha uma crença inesgotável que era possível. Veja-se o jogo contra a Alemanha, perdendo 3-0, e prosseguindo sempre com toda a força até ao último segundo.

Deram uma lição ao nosso país. Mostraram que mais importante que o individual, é o coletivo. Que é possível, quando acreditamos muito, lutar por isso e saír orgulhoso e respeitado, mesmo que não o consigamos atingir.

Olhamos para o Mundial 2002, com uma selecção incomparavelmente melhor, e só podemos admirar o trabalho de um homem que na minha opinião é absolutamente mal-educado, mas um profissional de grande qualidade e que quero ver muitos e muitos anos à frente da selecção. Porque ele é pago para ganhar, não para ser bem educado.

Agora, é olhar para 2008, e para a difícil renovação que há a fazer. Para já, fica um muito obrigado ao Figo e, pessoalmente, um agradecimento muito especial ao Pauleta, que tão injustamente tem sido tratado. Parece que ter marcado mais golos que Eusébio deixou muita gente preocupada, e o Pauleta nunca jogou em Portugal, não tem qualquer lobby por estes lados que o defenda.

Pauleta e Eusébio não são comparáveis. Mas Pauleta é um extraordinário goleador que tem levado bem longe o nome de Portugal e a quem a selecção nacional tem de agradecer muitas das vitórias nos últimos 5/6 anos. Reduzi-lo a alguém que só marca a adversários fracos, é do mais básico que pode haver. É um matador, para quem é difícil jogar numa equipa de pontapé para a frente como foi a nossa neste mundial. Porque não podemos tapar o sol com a peneira: jogámos muito bem este mundial, mas na retranca. Com a nossa defesa, jogar aberto era suicídio. E com a Alemanha tivemos a prova.

Que o Belenenses, nesta nova época, siga o exemplo da selecção: querer e crer, juntos, podem-nos fazer superar. Vamos a isso?

sexta-feira, julho 07, 2006

Sempre a mesma Telenovela

M.S.Garçao

Depois da decisão de ontem, onde o Conselho de Justiça da FPF anulou o acordão da CD da liga, Cabral Ferreira prestou as suas declarações mostrando algum contentamento com esta noticia. No entanto Depois da decisão de ontem, onde o Conselho de Justiça da FPF anulou o acordão da CD da liga, Cabral Ferreira prestou as suas declarações mostrando algum contentamento com esta noticia.

No entanto a Telenovela voltou ao primeiro episódio, ou seja, tudo o que foi falado até agora de nada valeu ao clube, muito pelo contrário...

Este anulamento pode ser mais uma jogada para o nosso enterro no final da Novela, sendo neste momento a Comissão Disciplinar orientada apenas por um elemento, tornando a votação no caso Mateus algo impossível de se concretizar, muito menos a favor do Belenenses. Tudo porque não existem condições para o fazer: por um lado um único elemento não pode proceder à votação e por outro este elemento já mostrou muita insegurança neste caso e nada tem feito se não prejudicar o Belenenses e o Futebol Nacional.

Resumindo, o desfecho final está longe de ser arquivado, tudo porque os actores desta enorme Novela, onde lógicamente se insere o Presidente do Gil Vicente António Fiúza, fazem do Futebol uma paródia Nacional, ou melhor um Telenovela Mexicana sem ponta por onde se pegar.

E continuamos sempre com as mesma perguntas... mas onde está a verdade desportiva? Em que barco está a FPF no meio desta "trapalhice"?

Até se saber como isto vai acabar... 3,2,1 acção ... podem filmar outra vez!!!

quinta-feira, julho 06, 2006

Decisão???

L.Rodrigues

Dúvidas da minha parte:
- Ainda existe Comissão Disciplinar da LPFP? Um órgão com 5 elementos mais 2 suplentes tem neste momento apenas 1 elemento...
- Será que o Dr. Gomes da Silva votará sozinho???
- Se não se tivessem demitido (com toda a razão e mantendo assim intacta a sua reputação) os outros 2 juízes, ganhávamos...
- A Máfia portuguesa é lixada pá. Vemos a Juve a assumir que descer para a Serie B até não é mau, e aqui é tudo às claras.

E AGORA???

Caso Mateus: e dura, e dura...

Blog

Noticia publicada nas ultimas d'A Bola:
«Caso Mateus» regressa à estaca zero
O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol anulou na tarde desta quinta-feira o acórdão da Comissão de Disciplina da Liga que confirmava a permanência do Gil Vicente na Liga e a despromoção do Belenenses à Liga de Honra.

Perante esta decisão, a Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol vai ter que voltar a decidir sobre o chamado «caso Mateus», só que desta vez não irá participar o vogal Domingos Lopes, filho do ex-vice-presidente do Gil Vicente que entretanto pediu a demissão do cargo.


Noticia publicada no Record:
Conselho de Justiça da FPF anula acordão da CD da Liga

O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anulou hoje o acordão da Comissão Disciplinar da Liga de clubes que confirmava a permanência do Gil Vicente na Liga e a despromoção do Belenenses à Liga de Honra.

Com esta decisão, a Comissão Disciplinar da Liga terá de decidir novamente o denominado "caso Mateus", mas desta vez sem a participação no processo do seu vogal Domingos Lopes, que é filho do ex-vice-presidente do Gil Vicente Constantino Lopes, o qual entretanto apresentou a demissão do cargo.

A decisão do Conselho de Justiça da FPF surgiu após recurso apresentado pelo Belenenses, que reclama a despromoção do Gil Vicente - e a sua consequente manutenção no escalão principal - por o clube de Barcelos alegadamente ter recorrido aos tribunais civis.

Em causa estava a inscrição do avançado internacional angolano Mateus como profissional pelo Gil Vicente, em Janeiro, depois de o jogador ter sido utilizado na última época pelo Lixa com o estatuto de amador.

Como os regulamentos não permitem que um jogador amador seja inscrito na mesma época como profissional, o Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto obrigou, numa primeira fase, a Liga a aceitar a inscrição do futebolista, mas depois acabou por recuar na decisão.

Ao contrário do que argumenta o Belenenses, o Gil Vicente alega, no entanto, que foi o próprio jogador, e não o clube, quem recorreu para os tribunais civis.

O caso, decidido por um voto de qualidade do presidente Gomes da Silva, após um empate 2-2, provocou uma séria clivagem no seio da Comissão Disciplinar da Liga, levando mesmo os vogais vencidos, Pedro Mourão e Frederico Cebola, a apresentarem o seu pedido de demissão.

O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol anulou a decisão de manutenção do Gil Vicente na Liga, no âmbito do Caso Mateus. O organismo superior da justiça desportiva considerou irregular a participação do filho de um vice-presidente do clube de Barcelos na decisão tomada pela Comissão Disciplinar da Liga de clubes.


Noticia publicada no Mais Futebol:
Conselho de Justiça anulou decisão que dava razão ao Gil Vicente
O anúncio da anulação do acórdão refere precisamente a «irregularidade de autorização da intervenção do membro» Domingos Lopes para invalidar a decisão e determina que a Comissão Disciplinar da Liga volte a deliberar sobre o assunto, «sem intervenção do doutor Domingos Lopes».


Noticia avançada pela Lusa:
Futebol: Caso Mateus - Conselho de Justiça da FPF anula acórdão da CD da Liga
Lisboa, 06 Jul (Lusa) - O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anulou hoje o acórdão da Comissão Disciplinar da Liga de clubes que confirmava a permanência do Gil Vicente na Liga e a despromoção do Belenenses à Liga de Honra.

Com esta decisão, a Comissão Disciplinar da Liga terá de decidir novamente o denominado "caso Mateus", mas desta vez sem a participação no processo do seu vogal Domingos Lopes, que é filho do ex-vice-presidente do Gil Vicente Constantino Lopes, o qual entretanto apresentou a demissão do cargo.

A decisão do Conselho de Justiça da FPF surgiu após recurso apresentado pelo Belenenses, que reclama a despromoção do Gil Vicente - e a sua consequente manutenção no escalão principal - por o clube de Barcelos alegadamente ter recorrido aos tribunais civis.

Em causa estava a inscrição do avançado internacional angolano Mateus como profissional pelo Gil Vicente, em Janeiro, depois de o jogador ter sido utilizado na última época pelo Lixa com o estatuto de amador.

Como os regulamentos não permitem que um jogador amador seja inscrito na mesma época como profissional, o Tribunal Administrativo e Fiscal do Porto obrigou, numa primeira fase, a Liga a aceitar a inscrição do futebolista, mas depois acabou por recuar na decisão.

Ao contrário do que argumenta o Belenenses, o Gil Vicente alega, no entanto, que foi o próprio jogador, e não o clube, quem recorreu para os tribunais civis.

O caso, decidido por um voto de qualidade do presidente Gomes da Silva, após um empate 2-2, provocou uma séria clivagem no seio da Comissão Disciplinar da Liga, levando mesmo os vogais vencidos, Pedro Mourão e Frederico Cebola, a apresentarem o seu pedido de demissão.

Este gosta de cá estar...

L.Rodrigues

Realmente, há coisas que não lembram ao diabo. O ano passado andávamos malucos porque o Antchouet, nosso melhor marcador 3 anos consecutivos em que, apesar de tosco, sempre ia disfarçando as pechas das equipas, decidiu que ia à sua vidinha e nós ficámos a ver navios.

Este ano, contratámos o Meyong, um jogador de classe, que se tornou o melhor marcador do campeonato e que nos dava um jeitão vender, e ele não sai. Não que não haja propostas, ao que parece tem havido, mas as que nos agradam a nós, não lhe agradam a ele, e vice-versa.

Meyong diz que se o Belenenses ficar na 1ª Divisão, fica no Belém, não fazendo finca pé em saír. Se ficarmos na 2ª, aí quer mesmo saír. Mas no dia a seguir já um jornal diz que ele quer saír mesmo na 1ª... Tanto devem chaetar o homem, que ele lá tem de dizer qualquer coisa.

Percebe-se e devo dizer que me tem admirado a postura do Meyong, apesar de poder não ser a mais favorável ao nosso clube. Mas, pelo menos, parece ser um tipo minimamente inteligente, que não vê só a "cenoura" do dinheiro à frente, ao contrário de outros. De qualquer forma, o empresário do Camaronês é fraquíssimo, não conseguindo arranjar umas propostas a sério pelo melhor marcador do campeonato, jogador que marcou na CAN, jovem e com classe.

Resumindo, se o Meyong ficar, é garantia de golos e categoria na frente de ataque. Se saír, é garantia de dinheiro, espera-se que considerável em caixa. E este, pelo menos, não parece estar "numa" de saír de qualquer forma.

quarta-feira, julho 05, 2006

Força Portugal

M.S.Garçao

Portugal

Porque não pedir o Mundo?

Blog

Música publicitária da Galp alusiva à presença portuguesa no Campeonato do Mundo 2006:

Cinco, quatro, três, dois, …
Pois, não passámos do dois.
Mas deixemos os relatos infelizes para depois.
Estivemos quase,
mas quase não sei se chega.
Mandámos vir champagne e deu-se a tragédia grega.
Como é que se diz? Foi por um triz
que nós não pusemos os pontos nos is.
Nabice? Preguiça? Alguém faltou à missa?
Qualquer coisa lhes deu, não sei bem o que foi.
Sei é que fizemos um grande campeonato mas na final não jogámos um boi.

Um boi?!
Foi ou não foi?

Corremos, marcámos, merecemos,
saltámos, sofremos e fizemos sofrer.
Fizemos o possível enquanto houve combustível
e metemos o que havia para meter.
Como é que uma equipa com talento, magia
e um futuro de que tanto se disse,
está disposta a deitar fora a energia
e se conforma em estar na história como "vice"?
Nada disso!
O tuga, que até hoje só provou que consegue ser segundo,
Vai, por isso, deixar de ser chouriço
e assumir o compromisso de ser campeão do mundo.

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Há quem diga que Portugal não está em forma,
modesto por norma, faz-lhe falta um safanão
que nos faça de uma vez acreditar
que entre os que podem ganhar
está a nossa selecção.
A fasquia está alta? Não faz mal, Portugal salta
com milhões a empurrar.
Até pode parecer louco, mas para nós segundo é pouco
E um louco não se deve contrariar.
Será demais pedir o mundo?
O que pedimos, no fundo, são ainda menos ais.
Porque todos se lembram do campeão
Mas não dos que são derrotados nas finais.
Ficar nos dois primeiros não tem mal nenhum,
É preciso é que fiquemos no número um.
Vamos apagar da história essa final de má memória
e vão ver que ninguém topa.
Porque eu posso estar errado, mas que eu saiba, em qualquer lado,
o melhor do mundo é o melhor da Europa.

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Repete-se o refrão, a história é que não.

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais.

É o retrato de um país aplicado ao futebol.
Tem tudo o que é preciso, só perde por ser mole.
Toca a acordar, pessoal!
Queremos mais garra,
deixar de ficar felizes quando a bola vai à barra.
Vamos com tudo, meter o pé, chutar primeiro,
Que o último a chegar é calaceiro.
Ter medo deles? Isso era dantes!
Vamos embora encher de orgulho os emigrantes.
Sem esquecer que nas grandes emoções
quando grita um português, gritam logo 15 milhões.

Heróis de Berlim, nobre povo…
Não tinha graça cantar um hino novo?
Escrito pelo pé de artistas
que vão alargar as vistas à nação verde e vermelha.
Ficar em segundo? Nem morto!
Ganhar ou perder é desporto? 'Tá bem abelha!
Venha a Alemanha, o Brasil ou a Argentina
com cabelos de menina e cara de lobo mau,
se calham a apanhar-nos pela frente e viram as costas à gente… TAU!

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Repete-se o refrão, a história é que não.

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Seja no chão, pelo ar, de cabeça ou calcanhar,
de tabela, nas laterais ou no miolo…
Vai Ronaldo, finta um , finta dois, pode remataaaar… golo!!!

(É esta a vantagem da ambição,
podes não chegar à lua, mas tiraste os pés do chão.)

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Repete-se o refrão, a história é que não.

Corre mais, joga mais,
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Marca mais, chuta mais
Menos ais, menos ais, menos ais,
Quero ainda mais

Homenagem a Abdul

L.Rodrigues

Iniciativa de Alfredo Azinheira do Blog Belenenses Timor, como não podia deixar de ser, apoiada incondicionalmente pelo Blog do Belenenses:

Abdul, de muitos desconhecido, foi grande jogador BELENENSES, companheiro de Vicente ,Matateu, Yauca, Jose Pereira, enfim talvez a melhor equipa de sempre do CF os Belenenses.

Abdul está com grandes dificuldades de saúde e económicas, move-se de bengala, e vive da caridade de uma vizinha que lhe dá de dormir e comer.

O Abdul continua a viver onde sempre viveu desde que chegou a Portugal, na zona de Belém, Calçada do Galvão, ele não me reconhece já pois eu era ainda muito jovem quando ele brilhava na defesa do Belem. Ele não me pediu nada nem falei com ele sequer, mas cada vez que passo pela esquina do Solidó, e o vejo lá sentado de olhar triste e ausente, não consigo ficar indiferente a um homem que me proporcionou tão bonitos momentos de infancia.

Vicente, esse, já todos sabemos quem é e onde costuma estar, também ele merecedor de uma homenagem dos blogs e associados.

Estou a pensar organizar um almoço de angariação de fundos nesse local (Sólidó), de modo a poder ajudar Abdul a enfrentar grave crise.

Preciso do apoio e divulgação de todos os nossos Blogs. A ideia começou, ontem, mas gostaria que dest vez, as coisas fossem em frente.

Viva O BELEM