domingo, julho 31, 2005

Fotoreportagem: Dia do Adepto Azul

Image Hosted by ImageShack.us

Eis as fotos da caminha invencível e vitoriosa da equipa deste Blog no Torneio de Futsal do "Dia do Adepto Azul":

Image Hosted by ImageShack.us
A equipa maravilha.
Em cima: Carlos Gustavo, Luís Vieira, Pedro Nova e Manuel Salema Garção
Em baixo: Gonçalo Cruz, Luciano Rodrigues, Joel e Tiago Louro

Image Hosted by ImageShack.us
Manuel Salema Garção esquiva-se à marcação de José Miguel Barbosa

Image Hosted by ImageShack.us
Lance de apuro junto à baliza da equipa "Blog Ser Belenenses"

Image Hosted by ImageShack.us
Joel prepara o remate

Image Hosted by ImageShack.us
Um banco de luxo: Tiago Louro, Joel e Pedro Nova

Image Hosted by ImageShack.us
Manuel Salema Garção "samba" na cara do defesa

Image Hosted by ImageShack.us
Pedro Nova remata, sob o olhar aprovador de Luciano Rodrigues

Image Hosted by ImageShack.us
Carlos Gustavo, o guardião dos nossos sonhos

Image Hosted by ImageShack.us
Tiago Louro em grande estilo

Image Hosted by ImageShack.us
Joel imune às provocações da FA Sintra

Image Hosted by ImageShack.us
Pedro Nova procura uma forma de encontrar a baliza da FA Almada

Image Hosted by ImageShack.us
Joel conduz a bola na final

Image Hosted by ImageShack.us
Pedro Nova a organizar jogo

Image Hosted by ImageShack.us
Manuel Salema Garção imprime ritmo à final, num jogo em que o Blog do Belenenses se viu em desvantagem muito cedo.

Image Hosted by ImageShack.us
Luciano Rodrigues, Pedro Nova e Manuel Salema Garção festejam o golo da vitória na final

Image Hosted by ImageShack.us
As duas equipas finalistas

Image Hosted by ImageShack.us
O bonito troféu com que fomos brindados

Image Hosted by ImageShack.us
Gonaçalo Cruz, Pedro Cruz e Manuel Salema Garção ladeiam o craque do Futebol de 11, Romeu

Image Hosted by ImageShack.us
Uma vez mais, o troféu.

Nota: algumas das fotos apresentadas foram tiradas e cedidas pelo Luis Silva

Jogo de apresentação: soube a pouco

Image Hosted by ImageShack.us

Luciano Rodrigues

O Belenenses fez a sua apresentação aos sócios esta noite, ante o Standard Liége, acabando por saír derrotado por 0-1. Num jogo em que jogou praticamente todo o plantel, o Belenenses mostrou solidez defensiva (1ª parte) e alguma qualidade individual em termos ofensivos (2ª parte). Mas festa começou meia-hora antes, com a apresentação indivual dos membros do plantel, e acabou bem depois do apito final do árbitro, após a entrega dos troféus aos participantes e de um bonito fogo de artifício. Pena foi a completa nudez nas bancadas, num jogo que não terá sido presenciado por mais de 3.000 pessoas, o que me parece preocupante. Destaque também, como não poderia deixar de ser, para a entrega do troféu de vencedores do Torneio de Futsal do Dia do Adepto Azul à equipa do Blog do Belenenses.

Image Hosted by ImageShack.us

continua...

Jogo morno que azedou
Após uma primeira parte em que o Belenenses dominou claramente as operações, apesar da toada morna do desafio, na 2ª parte alguns jogadores Belgas pareciam claramente "possuídos" por alguma força que os levava a "distribuír fruta" em todos os jogadores azuis que passavam perto de si. A expulsão do central da equipa Belga acabou por ser anedótica, tais os protestos, mais parecendo que o jogador queria ir tomar banho mais cedo. No entanto, essa agressividade Belga acabou por me revelar o indicador mais importante que tiro da partida: nem num jogo "a feijões", os jogadores azuis se esquivaram a disputar todos os lances, mesmo sabendo da rudeza de alguns jogadores do Standard Liége.

Os jogadores:
Marco Aurélio - A segurança habitual e pouco trabalho

Amaral - Boa primeira parte, com subidas oportunas e o único homem do Belenenses que soube aproveitar o forte vento que se fazia sentir, nomeadamente através de um pontapé quase da linha lateral que levou algum perigo à baliza da equipa Belga, e de um pontapé violentíssimo da entrada da área que levou a bola a embater com estrondo na barra da baliza

Pelé - Imperial, como de costume. É um grande, grande jogador.

Rolando - Pessoalmente, não gosto de centrais como o Rolando, muito "pezinhos de lã". Mas quando há claramente qualidade, tenho de aceitar. É o caso, apesar de continuar a ter alguns deslizes que só se "afinam" com tempo.

Vasco Faísca - Mantenho a ideia que já tinha dele: um jogador regular, de bom nível, portanto um bom reforço.

Rui Ferreira - A entrega habitual que faz dele um jogador importante na equipa.

Pinheiro - Muito bem quer a defender, quer a atacar na 1ª parte, decaiu claramente na 2ª parte.

Djurdjevic - Tacticamente muito forte, com boa técnica e primorosa execução de lances de bola parada, parece ser dos poucos com lugar assegurado no 11. Excelente reforço.

Silas - Esteve bem na sua missão "menor" e mal na sua principal missão. Ou seja, "arrumou bem a casa" quando disso foi caso, mas esteve francamente mal no último passe. Não aproveitou também o forte vento que se fazia sentir em disparos de longe.

Paulo Sérgio - Uma energia inesgotável e uma entrega inexcedível. Neste jogo de apresentação acabou por "jogar um pouco para as bancadas", o que levou a que fosse repreendido por Carvalhal. Uma opção a ter em conta para o 11 inicial.

Meyong - Para mim, foi a decepção da noite, apesar de ter rubricado uma exibição não muito negativa. Não revelou o seu "killer instinct" (e teve algumas boas oportunidades) e pareceu algo perdido entre os defesas contrários. Parece-me que poderá render muito mais com Ahamada pela direita, uma vez que é um jogador que finaliza muito bem perto da baliza, podendo assim beneficiar das subidas à linha do Francês.

Pedro Alves - Tal como Marco Aurélio, teve pouco trabalho, mas acabou por sofrer o único golo da noite, num lance "esquisito".

Sousa - Começa a época como acabou a última, com "alma até almeida" e excelente condição física, para além de uma confiança como à muito não se lhe via, nomeadamente em termos ofensivos.

Gaspar - Não se entendeu na perfeição com Rolando, mas melhoraram ao longo dos minutos.

Sandro Gaúcho - Passou muito despercebido, até pela postura claramente defensiva dos Belgas.

Zé Pedro - Tal como na época passada, parece claramente mais "apressado" quando sai do banco. Uma segunda parte em bom nível, apesar de por vezes complicar o fácil...

Ahamada - Confirma-se: temos jogador! Excelente pelo flanco direito, quer em termos técnicos, como físicos, como tácticos. Teve nos pés a oportunidade do empate, mas o guarda-redes da equipa Belga fez muito bem a "mancha".

Romeu - Lutou como um guerreiro contra uma defesa que na 2ª parte decidiu apostar numa agressividade excessiva. Excelentes indicações.

Fábio Januário - Gostei muito de ver a sua técnica refinada e a sua preserverança em todos os lances, não se sentindo minimizado pelas suas características morfológicas inferiores aos Belgas, disputando todos os lances.

A Festa bonita com bancadas feias
Esperava sinceramente ter uma casa bem mais composta nesta partida, devido ao excelente trabalho desenvolvido pela SAD e amplamente reconhecido, tal como uma política de bilhetes inteligente. É realmente difícil arrancar os adeptos do sofá. Destaque também para a mudança de localização da Fúria Azul, o que na minha opinião nada trouxe de positivo. Se a bancada dos sócios já enferma de um silêncio celestal, a ida da FA para o Topo Norte faz com que a bancada dos sócios mal consiga ouvir o seu apoio. O Fogo de artifício no final da festa de apresentação foi, claramente, o melhor da noite.

sábado, julho 30, 2005

We are the Champions!

Image Hosted by ImageShack.us

Luciano Rodrigues

É com indisfarçável satisfação que o Blog do Belenenses tem o prazer de anunciar a vitória da nossa equipa no Torneio de Futsal do Dia do Adepto Azul, disputado esta manhã no Pavilhão Acácio Rosa. Vitória final essa que é ainda engalanada por uma caminhada invicta em 4 jogos que se saldaram em 4 vitórias!

Esta noite, durante o intervalo do jogo de apresentação da equipa de Futebol ante o Standard de Liége, terá lugar a atribuição do troféu comemorativo desta vitória, que os membros da equipa presente irão receber com muito orgulho.

O meu muito obrigado à Fúria Azul por esta excelente iniciativa (e que para o ano nos convidem novamente, para revalidar o título) e a todos os colegas de equipa do Blog presentes: Luís Vieira, Manuel Salema Garção, Tiago Louro, Gonçalo Cruz, Pedro Cruz, Joel, Carlos Gustavo e um obrigado muito especial ao nosso reforço "profissional", Pedro Nova! Era esta a surpresa preparada para a "apresentação" da equipa do Blog.

Em suma, uma manhã muito bem passada e que perspectiva um início de noite "glorioso" para os membros deste plantel!

sexta-feira, julho 29, 2005

Empenho, dedicação e profissionalismo

Luciano Rodrigues

É isto que todos queremos dos jogadores azuis, muito mais do que virtuosismos:

“Nunca prometi muitos golos... Acho que o melhor que consegui nestes últimos anos foram 12 golos numa época. E isso porque, apesar da minha posição, gosto muito mais de jogar em prol do colectivo, ajudar os meus colegas. A única coisa que prometo às pessoas é o meu empenho, dedicação e profissionalismo, pois o resto vem por acréscimo e às vezes depende das circunstâncias”
Romeu, no jornal "Record"

quarta-feira, julho 27, 2005

O Canto do Manel - 1




Numa época que se avizinha muito competitiva e difícil, o NOSSO BELENENSES promete e muito...
O nosso amigo Carvalhal tem tido dificuldades no onze inicial, pelo menos nos últimos jogos, e está visivelmente preocupado com o saber gerir o plantel, afinal este ano temos jogadores muito equilibrados, principalmente do meio campo para a frente, são muitos e todos de muito boa qualidade.
No entanto a nossa esperança em chegar aos nossos lugares (4 primeiros), é mais que muita, mas a competitividade anda aí... e como já sabem as arbitragens ajudam sempre o Belenenses!!! A perder CLARO!
Ficam aqui algumas questões para serem debatidas...


- Seremos nós suficientemente fortes para chegar aos tão desejados lugares?! apesar dos obstáculos...equipas concorrentes e arbitragens?
- Irá o amigo Carvalhal gerir o plantel de forma certa? Saberá ele o que fazer com tantos jogadores de classe já demonstrada?
- Teremos nós jogadores suficientes do meio campo para trás?

São questões importantes que todos nós já pensamos... e que devem ser debatidas pelo bem do nosso clube.
Para a semana há mais, até lá grande abraço e levem a família toda à apresentação no dia 30. Para sermos ainda maiores temos que cativar as pessoas que nos rodeiam, fazer delas verdadeiros Belenenses.

Orçamentos da Superliga

Luis Vieira

Fonte: O Independente

CLUBE

2005/06

2004/05

FCPorto

50.000.000 €

50.000.000 €

Benfica

25.000.000 €

40.000.000 €

Sporting

17.500.000 €

22.000.000 €

Marítimo

7.500.000 €

4.000.000 €

Nacional

5.000.000 €

5.000.000 €

Académica

5.000.000 €

5.500.000 €

Braga

4.500.000 €

3.000.000 €

Boavista

4.000.000 €

4.000.000 €

BELENENSES

3.900.000 €

3.500.000 €

Guimarães

3.300.000 €

4.000.000 €

Leiria

3.000.000 €

3.500.000 €

Rio Ave

2.800.000 €

2.900.000 €

P. Ferreira

2.500.000 €

- €

Naval 1º Maio

2.000.000 €

- €

Penafiel

2.000.000 €

2.500.000 €

Setubal

1.750.000 €

1.750.000 €

E. Amadora

1.700.000 €

- €

Gil Vicente

1.500.000 €

2.400.000 €

terça-feira, julho 26, 2005

Equipamentos apresentados

Luis Vieira

Os equipamentos para a próxima época foram apresentados no final da tarde de hoje no Centro Comercial Forum de Almada. Já existem fotos disponiveis no blog Armada Azul e também no Site Oficial.

Além dos 2 equipamentos tradicionais, o principal azul e o alternativo branco, também existe um modelo alternativo "Pepe" tal como no ano passado. Note-se que o equipamento principal é diferente do utilizado na apresentação dos reforços. Pessoalmente, gostei de todos os equipamentos, inclusivé o da apresentação do Topo Norte. Agora, o equipamento do Marco Aurélio... cor-de-rosa!?!?!? Um pequeno pormenor, até as meias têm a Cruz de Cristo ao contrário do que acontecia com os equipamentos da Lotto.

LINKS:
Armada Azul: Apresentação dos equipamentos 2005/2006
Site oficial: FUTEBOL: Equipados para vencer

segunda-feira, julho 25, 2005

Vamos mostrar o optimismo?

Luciano Rodrigues

Desde fins de Maio, inícios de Junho, que os adeptos azuis têm andado numa clara onda de optimismo para a próxima temporada. De facto, um plantel que parece estar a ser pensado, uma pré-época feita em condições soberbas e, importantíssimo, um discurso ambicioso por parte de todos os intervenientes, têm levantado o ego dos adeptos azuis. Há, claramente, optimismo entre nós, os simples adeptos de bancada. Mas também o notamos nos dirigentes, equipa técnica ou jogadores. Pois bem, então que lhes façamos saber no próximo Sábado, no jogo de apresentação ante o Standard Liége, todo o optimismo, ambição e apoio que o nosso Belenenses merece.

No próximo Sábado, todos seremos poucos nas bancadas do Restelo. PELO BELÉM!


(substituir pela parte que so aparece na segunda pagina)

Tour en France

Luciano Rodrigues

Chegou ao fim, com um saldo claramente positivo, o "tour" que o Belenenses efectuou por terras gaulesas. Vencer o Mónaco e empatar com o Toulouse são resultados muito bons e que fazem sonhar os adeptos azuis. Em especial, se considerarmos o facto das equipas francesas terem a sua preparação já muito adiantada, enquanto o Belenenses fez os seus primeiros 2 jogos de preparação. Primeiros testes importantes para o "tal" Belenenses que se quer europeu.

continua...

A vitória sobre o Mónaco, no primeiro jogo, foi um bálsamo para o ego azul, apesar do costumeiro atestado de menoridade com que fomos brindados pela comunicação social. Enquanto a RTP passou um resumo de 5 minutos do Porto com o uns holandeses do meio da tabela, que se saldou numa derrota por 2-0 e em vergonhosas cenas de pugilato, nem uma referência à vitória azul... Nada de novo.

Relativamente ao empate com o Toulouse, surgido já aos 91 minutos, após golo de Paulo Sérgio para as nossas hostes, se calhar soube a pouco. Mas se pensarmos que só em reforços, o Toulouse dispendeu 11 milhões de euros... dá que pensar.

No rescaldo deste "Tour", parecem ter-se destacado Gaspar, Silas, Ahamada e, em especial, Paulo Sérgio. Devo dizer que o que mais me preocupou (se é que posso dizer que ao fim de 2 jogos de preparação é uma preocupação) foram as análises ao rendimento de Meyong, que não passaram de algo do género "foi generoso e deu luta aos centrais adversários". Meyong tem de ser o nosso matador e precisa de outro a dar luta aos centrais. Aliás, volto a dizê-lo, Mayong rende muito mais jogando com extremos que o lançem em sprints curtos nas costas dos centrais, já dentro da área. Basta ver o seu rendimento no Setúbal, que foi sempre superior em épocas em que o Setúbal jogava com extremos abertos.

De resto, se na baliza nunca houve dúvidas, tem-me assaltado o espírito quem será o lateral direito titular, pois ao que parece Sousa está a começar muito forte. À esquerda Vasco Faísca parece dono do lugar e no eixo deverão fazer parelha Pelé e Gaspar. À sua frente, Rui Ferreira parece partir com ligeira vantagem sobre Sandro Gaúcho. No vértice superior do losango de meio-campo, Silas parece ter lugar cativo, apesar de Fábio Januário ter dado boas indicações (e na 1ª jornada Silas estará de fora, por castigo). À direita, Ahamada ou Pinheiro serão as opções (permitindo optar entre acutilância ofensiva e capacidade todo-o-terreno. À esquerda, Djurdjevic parece ter agarrado o lugar, mas poderá ter também o condão de espevitar Zé Pedro para uma época de trabalho. Por outro lado, o "brasileiro desconhecido" Ricardo Araújo tem vindo a dar excelentes indicações. Ainda para o meio-campo, não esquecer Ruben Amorim, para quem esta época será, necessariamente, uma época de afirmação. Na frente, a dupla "óbvia" Romeu/Meyong parece estar em risco pela lesão de Romeu, afigurando-se Paulo Sérgio como elemento móvel ao lado de Mayong, não esquecendo também Ahamada, ou até Silas ou Januário.

Com o jogo de apresentação no próximo Sábado ante o Standard Liége, o Belenenses promete muito para a nova época. A notória satisfação que hoje se nota entre a comunidade azul, assim se mantenha até final da temporada.

domingo, julho 24, 2005

2º jogo da época

Luis Vieira

Pedimos desculpas pela falta de actualização do Blog do Belenenses. Esperamos retomar de imediato a actividade normal do blog.

Registamos o facto mais importante do fim-de-semana, o segundo jogo de preparação para a época de 2005/06:
Image Hosted by ImageShack.us

mais informaçoes

Golos marcados aos 78' (Belenenses) e aos 91'. Destaque para o marcador do golo azul: Paulo Sérgio.

Notas soltas:
- Curioso o "Acompanhamento «live» da partida" do site ofical ao estilo do site belenenesesbasket.
- Este foi o segundo jogo de preparação do Belenenses e estão agendados mais 4. Ou seja, 6 jogos de preparação contra os 10 realizados a época passada. Serão suficientes?
- A serem marcados mais jogos as datas disponiveis são: 27/07 (quarta) e 10/08 (quarta).

sexta-feira, julho 22, 2005

Carvalhal

Eduardo Torres

A época passada, o nosso actual treinador nunca conquistou o meu coração. O seu discurso pareceu-me sempre frio e sem especial consideração pelo nome e grandeza do Belenenses. Quanto à inteligência, depois da expectativa inicial, também perdeu em mim a batalha a partir do jogo com o Estoril, inclusive.

Escrevi há umas semanas atrás que, já que ele é também o técnico desta nova época, lhe devíamos conceder um novo estado de graça. Pela minha parte, assim o tenho feito. Gostei das contratações efectuadas. Não sei que parte do mérito cabe a Carvalhal mas acredito que alguma haverá certamente.

Por norma, constato igualmente um novo discurso de dirigentes (v.g., o Presidente da SAD), técnicos e jogadores nesta nova época. Fico bastante contente com isso, tanto mais que – se me permitem – quase parece que se reproduzem palavras que várias vezes escrevi e preconizei que deveriam constituir o discurso do Belenenses.

continua...

No dia 4 de Julho, confesso que Carvalhal me dirigiu um tiro certeiro ao coração, com a mensagem que foi publicada no portal oficial do clube, e de que transcrevo em seguida as partes que mais me agradaram:

”Gostaria de aproveitar esta oportunidade para saudar toda a ‘nação Belém’. (...) Partimos para esta época com muita ambição e com vontade de devolver o clube ao lugar que a sua história e o seu estatuto exige. (...) pensamos estar a criar uma estrutura forte que deverá ser melhorada ano após ano, tentando projectar a equipa para melhores classificações, que poderá significar dentro de dois três anos (se não se cometer erros) a luta pelo título. (...) Estamos todos com «ganas» de começar a época, queremos que comece amanhã o campeonato, queremos ganhar e dar alegrias a todos ‘Os Belenenses’ (...). Esperamos o vosso apoio em todos os momentos, mas especialmente nos menos bons, porque é nessas alturas que se vê verdadeiramente quem gosta do clube. (...) Queremos fazer história e nós contamos com o vosso apoio incondicional. Temos também a noção que o nosso clube é ainda muito desprotegido (não temos ninguém! nas estruturas de cúpula do futebol português). Mais um motivo para que toda a ‘nação Belém’ se una, apoie incondicionalmente aqueles que prometem dedicação e trabalho a uma causa com muita ambição. Existem adeptos do Belenenses em todos os cantos do Mundo. Em Portugal, em todas as cidades, bairros e ruas. Apareçam nos estádios onde a nossa equipa esteja a jogar, façam sentir a vossa presença, o vosso amor pelo clube, seguindo o excelente exemplo da ‘Fúria Azul’. Precisamos do vosso apoio. Todos seremos poucos para conseguir os nossos objectivos”.

Com estas palavras, acrescentadas da declaração de que até na rua onde reside, em Braga, há muitos adeptos do Belenenses, Carvalhal, em grande medida, conquistou o meu coração. Será agora capaz de me reconquistar a inteligência?

Parece que é um treinador metódico e capaz de ensaiar um sistema de jogo. A verdade é que o espectacular triunfo em França sobre o Mónaco, além de entusiasmante, constitui um bom sinal disso mesmo. Veremos se Carvalhal consegue manter a ambição e melhorar naquilo que me parece ser o seu ponto mais fraco em termos técnicos: a leitura do jogo no banco, face ao seu desenvolvimento sempre imprevisível.

Espero também que renuncie de vez ao discurso morno e cinzento do politicamente correcto. É que, entretanto, Carvalhal teve uma recaída. Vou falar nisto, porque parece que só repetindo muitas e muitas vezes as coisas se chegam a algum lado. Entrevistado pela “Bola”, à sabujice da pergunta “Como vai jogar em casa dos três grandes?” (quais serão os outros dois, além do Belenenses, pergunto eu?!), ele lá saiu com o discurso redondo da praxe. Aceitou a pergunta. Não o devia ter feito! A isto, quem estiver ao serviço do Belenenses, não pode responder como “eles” (jornaleiros) querem; deve-se, sim, desmontar a pergunta. A resposta deveria ter sido esta: “O Belenenses é, quer voltar a ser, um grande clube”. E mais nada!

Também teria sido melhor que Carvalhal, perguntado sobre qual o principal candidato ao título, não viesse, ele próprio, falar nos “três grandes”. Não deve, não pode fazê-lo. É claro que, em parte, ele não tem culpa: se até alguns adeptos belenenses tristemente adoptam essa expressão como se fosse uma coisa normal! Só que há 2% de portugueses, que – só eles – não podem nunca falar em 3 grandes: e esses são os adeptos do Belenenses. Podem fazê-lo os adeptos do Benfica, do F.C.Porto, do Sporting; podem, sem desprimor, fazê-lo os adeptos do Arrentela, do Rio Ave, do Boavista, do Guimarães, do Setúbal, do Braga, do Bragança ou do prestigiado Sarilhense (bastante prestigiado, a fazer fé no destaque que os jornais deram à vitória do Sporting sobre essa equipa); mas os do Belenenses, NÃO, NUNCA, JAMAIS! A nossa história, a nossa grandeza, o que representamos no desporto português, não o permitem. Demos nós, adeptos e dirigentes, o exemplo sem mácula. Ensinemo-lo aos nossos técnicos e jogadores. E exijamo-lo à comunicação social.

quinta-feira, julho 21, 2005

Novo dominio: http://belenenses.ne1.net

Luis Vieira

O Portal Não Oficial dedicado ao Belenenses, da minha autoria e anteriormente alojado em http://osbelenenses.zip.to, mudou de dominio. O novo dominio é:


Esta mudança deveu-se principalmente a problemas técnicos que não permitiam o normal funcionamento do portal e traz como vantagem o facto de o novo dominio não ter publicidade. No entanto, o endereço antigo vai continuar activo.

Portanto, caros amigos, toca a actualizar os links !! Todos os sites do portal tambem precisam de ser actualizados, nomeadamente:

http://belenenses.ne1.net/equipamentos
Evolução dos Equipamentos

http://belenenses.ne1.net/ohqmob
Os Homens que Mordem o Belém

http://belenenses.ne1.net/links
Links Azuis

quarta-feira, julho 20, 2005

1º jogo da época

Image Hosted by ImageShack.us

Marcadores: Fábio Januário (62') e Pinheiro (75').

Redução de clubes

Luis Vieira

A reestruturação dos quadros competitivos nacionais é um facto. Começa já este ano e prevê-se a sua conclusão na época de 2008/09.

A alteração ao nivel da Superliga traduz-se na redução para 16 clubes, ou seja, no fim desta época descem 4 clubes e sobem apenas 2. A Liga de Honra passa tambem para 16 clubes, descendo 6 emblemas e subindo apenas 2.

A 2º Divisão B tambem vai sofrer alterações. Passa a designar-se apenas por 2ª Divisão e vai ser constituida por 56 equipas + equipas "B", agrupadas em 4 séries (A, B, C e D) de 14 equipas + B's. Vão descer no fim da época 16 equipas e sobem 12. A FPF tambem vai modificar a terceira divisão que passa dos actuais 118 clubes para 106 - descem 35 equipas e sobem 19.

Mas, no que diz respeito ao Belenenses, que vantagens traz esta redução de clubes na 1ª divisão?

continua...
Na minha opinião, nenhuma! Até pelo contrário. Em vez de 34 jornadas vão apenas existir 30, ou seja, menos 1 mês de jogos e com tudo o que isto implica. Nomeadamente, ao nivel das receitas. Menos transmissões na TV, menos receitas de bilheteiras, menos publicidade, etc.

A unica forma de resolver este problema é a criação de mais uma competição: A TAÇA DA LIGA. Esta taça, disputada pelas 32 equipas das duas principais divisões, deveria ser disputadas aos fim-de-semana, tal como os jogos do campeonato, uma vez que é a unica forma de garantir a rentabilidade deste projecto. Prova disso mesmo é a TAÇA DE PORTUGAL, disputada a meio da semana com assistências muito pobres e praticamente sem transmissões televisivas.

No entanto, a redução dos clubes nos campeonatos implica menos 4 jogos para cada clube, enquanto que esta Taça da Liga apenas garante 1 jogo para 32 clubes, 2 para 16, e assim sucessivamente até ao máximo de 5 jogos para 2 clubes. Ou seja, em teoria apenas os clubes mais fortes seriam compensados com esta competição extra e mais uma vez os clubes mais pequenos seriam prejudicados.

Tambem se deve aproveitar este momento para rentabilizar a competição TAÇA DE PORTUGAL. De facto, é uma vergonha que esta competição que é suposto ser a "festa do futebol" tenha assistências tão pobres e receitas tão pequenas.

segunda-feira, julho 18, 2005

Gonçalo Brandão em Inglaterra?

Luciano Rodrigues

Notícias que circulam há já algum tempo dão como cada vez mais provavel o empréstimo de Gonçalo Brandão ao Charlton, da Premier League. Sinceramente, do ponto de vista desportivo, não percebo. Se o Brandão tem 18 anos e nunca se afirmou no Belenenses, vai-se afirmar para a Premier??? Se vai como uma esperança do futebol português, então não seria uma esperança no Belenenses? Ir para um país distante, para uma cidade "louca" como Londres, aos 18 anos? Faz lembrar o Dani, e o que ele 9 anos depois acha do seu empréstimo ao West Ham. Sinceramente, ao longo do último ano tenho tido cada vez mais a noção, pelos relatos que os bloguistas ligados ao futebol juvenil vão fazendo, que o Brandão é um jogador que se tem vindo a perder.

A minha visão pessoal do caso é simples: o Belenenses não acredita que o Gonçalo Brandão venha a ser o que prometeu, e portanto este é um bom escape para, se as coisas lhe correrem bem, ou até razoavelmente, encontrarmos aqui um encaixe financeiro interessante. Aliás, mais interessante que uma trasferência no final da época se as coisas lhe correrem bem (certamente haverá uma cláusula liberatória), será manter uma parte do passe, porque as transferências no futebol inglês têm números idioticamente superiores ao resto do mundo... Quem sabe...


(substituir pela parte que so aparece na segunda pagina)

Os nossos adversários

Luis Vieira

O Belenenses tem como principal objectivo alcançar um lugar que dê acesso ás competições europeias. Mas e os nossos adversários? Quais são os clubes que partilham o mesmo objectivo?

Penso que à partida os clubes que se juntam ao Belem na luta pelos primeiros lugares são o Benfica, o Porto, o Sporting, o Sp. Braga, o Guimarães e o Boavista, ou seja, os primeiros seis classificados da época anterior. Tambem temos as equipas da €€€ Madeira €€€ que como é costume trazem carradas de reforços e que portanto podem (ou não) formar grandes equipas.

O Benfica é o principal candidato ao titulo e penso que está com melhor equipa do que no ano passado. Os outros candidatos assumidos, são o Porto e o Sporting. O Porto está cheio de dinheiro (e de jogadores) mas não sei se o novo treinador vai conseguir formar uma equipa forte, enquanto que o Sporting não tem dinheiro e continua com Peseiro... O Braga tem necessidade de vender alguns jogadores para equilibrar as finanças do clube e o sucesso da equipa deste ano depende directamente dos jogadores que vão sair. O Guimarães reforçou-se bem mas tem um treinador que não gosta de futebol. O gajo deve ser mais jujitsu, ou taekwendo... O Boavista tem um bom treinador que penso que pode fazer ainda um bom trabalho, vamos ver. Os clubes da Madeira, com uns 40 brasileiros cada um, podem fazer uma boas carreiras no campeonato, ou não... Este ano estou mais inclinado para a segunda opção.

Rio Ave, Penafiel, Gil Vicente, U.Leiria e Académica em principio deverão fazer um campeonato tranquilo. Penafiel e Académica reforçaram-se bem, podem fazer algumas surpresas. Tambem estou curioso para ver a primeira época do Rio Ave sem Carlos Brito.

Os principais candidatos à descida vão ser o Estrela da Amadora, Naval, Paços de Ferreira e o Vitória de Setubal.

sábado, julho 16, 2005

Já chegaram!

Luciano Rodrigues

Após alguns episódios recambolescos que envolveram o regresso a Lisboa, aos quais o Belenenses foi alheio, chegaram ao Aeroporto da Portela pelas 20:15 os membros da comitiva azul, regressados do estágio em Florença. Apesar de agastados pelas situações vividas no regresso, reina entre as hostes azuis confiança numa grande época e muita crença numa vitória, a abrir o campeonato, em Alvalade. Uma ideia reiterada por todos: o local de estágio era soberbo. Que partamos então para uma época soberba.

continua...


Com a chegada prevista para as 19:00, a comitiva Belenense chegou com cerca de hora e meia de atraso, fruto de uma escala "não programada" em Barcelona, ao que tudo indica para reabastecer o avião... À chegada à Portela, o espanto: grande parte da bagagem extraviou-se pelo caminho, não se sabendo ao certo se em Itália, se em Barcelona. Daí a ainda maior demora, que fez com que os jogadores apenas pelas 22:00 chegássem ao Restelo.

Segundo as palavras do treinador, Carlos Carvalhal, e do administrador da SAD, Barros Rodrigues, o estágio foi muito produtivo e, para além das capacidades técnicas, destacaram claramente as qualidades humanas dos jogadores. O espírito reinante no grupo é de grande confiança para a época que se avizinha e há uma clara vontade de que a competição começe o mais depressa possível.

Como nota negativa, não posso deixar de destacar o facto de ninguém, nem sequer as claques, esperar a equipa no aeroporto. Apenas o Eng. Barros Rodrigues (chegado esta tarde) e a equipa do Blog do Belenenses. Realmente, no Belenenses, se não for a equipa a puxar pelos adeptos... Logo veremos como será no jogo de apresentação, se haverá disposição para saír de casa e apoiar o nosso Belém. Eu espero que sim. Mas tenho dúvidas. Às vezes, ser do Belenenses é uma dor de alma...

ACTUALIZAÇÃO: Chegada da equipa de futebol

Rui Vasco

Por motivo de atraso, a chegada da nossa equipa de futebol profissional ao Aeroporto de Lisboa acontecerá às 20:30h (e não às 19:00h, como estava previsto).

Lágrimas traiçoeiras

Luciano Rodrigues

Inspirado pelo post recente do CPA, passo a partilhar uma experiência tocante que vivi há algumas semanas, enquanto jantava, com a televisão sintonizada no Canal 2. Estava a ser transmitido um documentário sobre as ditaduras ibéricas no séc. XX, uma produção espanhola. Eis senão quando, após passar a 2ª Guerra Mundial, começam a passar imagens de um estádio, com uma multidão imensa... inauguração do Estádio Santiago Barnabéu, estádio do Real Madrid.

De um lado, Real Madrid, do outro, o nosso Belenenses. Foram uns 40 segundos de pura adrenalina, ver imagens do meu Belenenses campeão, imagens que em Portugal ou não existem, ou não interessa que "passem". Ouvir, em Castelhano "O grande Belenenses de Lisboa" ou "A equipa de Amaro" foi uma experiência única. Ver as bancadas efusivas, a troca de galhardetes, imagens do jogo, e de forma tão inesperada, foi verdadeiramente inebriante. Tenho de admitir, algumas lágrimas traiçoeiras bailaram-me nos olhos. Não gravei as imagens, mas ficaram gravadas na minha memória.

sexta-feira, julho 15, 2005

Gentleman... start your engines!

Luciano Rodrigues

Na minha opinião, correu de forma soberba o sorteio para a 1ª jornada da Superliga no que ao Belenenses diz respeito. Como já havia comentado, qualquer adversário que apanhe o Belenenses, apanhará uma "incógnita", ou seja, seremos uns desconhecidos. No entanto, pelas mesmas razões, também para nós mesmos seremos um conjunto recente e em que os mecanismos não estarão ainda assimilados da melhor forma, pelo que as primeiras jornadas não me parece que venham a mostrar um Belenenses claramente dominador.

Ou seja, em primeira análise o contra-ataque será um dos mecanismos que mais rapidamente ficará oleado... assim sendo, convem que nos calhe em sorte uma equipa que tenha a "obrigação" de mandar no jogo. Um Sporting, por exemplo, ainda para mais em Alvalade. Mas não é só isso! O Sporting vive um período extremamente conturbado quer a nível directivo, quer desportivo, e há grandes clivagens entre os próprios adeptos. A pressão será enorme do lado deles e nenhuma do nosso lado. E, a cereja no topo do bolo, enquanto nós somos uma "incógnita", eles serão (até ver) uma fotocópia do que foram na época anterior. Não uns leões, mas uns gatinhos com um ronronar muito bonito, mas que não assusta ninguém. VAMOS A ELES BELÉM!

quinta-feira, julho 14, 2005

Incómodos

Luciano Rodrigues

Nos últimos tempos temos assistido a algum incómodo por parte de adeptos de outros clubes e imprensa relativamente ao plantel que o Belenenses está a construír para esta época. Sinceramente, nem sou dos mais optimistas, pois tenho para mim que uma equipa não se faz em 2 meses. Pode correr bem, mas tem de haver compreensão de todos os intervenientes e perceber que para além do presente, existe o futuro. E, no caso, o futuro está a ser bem trabalhado.

Estamos claramente a ser o clube sensação deste defeso, pelas contratações efectuadas. Não pelo seu custo, mas pela sua qualidade. O que tem levado alguns a questionar o seu custo, roídos de inveja. Penso que nem precisamos de responder. Agora, é esperar que a nossa equipa responda nos relvados do país. Aí sim, poderemos dizer que fomos melhores. Até lá, deixem-nos lá estar incomodados. A mim, dá-me gozo esse incómodo. Porque significa que alguém anda com medo... Alguém que quer Tomassons, Kromkaamps, Alves e afins. Curiosamente, esses são os mais preocupados. Ainda bem!


(substituir pela parte que so aparece na segunda pagina)

quarta-feira, julho 13, 2005

Rugby 2005/2006: calendário de jogos

Rui Vasco

O calendário de jogos referente às competições máximas de seniores masculinos (temporada 2005/2006) já se encontra disponível. Assim, importa marcar desde já na agenda os dias dos jogos da nossa equipa, que parte para esta época com esperanças e ambições renovadas.

Campeonato Nacional da 1ª Divisão / Divisão de Honra

Equipas: Belenenses, Direito, Benfica, Agronomia, CDUP, CDUL, Académica e Técnico.

Calendário de jogos:
1ªj. - 1-2/10/05 - GD Direito vs. Belenenses
2ªj. - 3-4/10/05 - Belenenses vs. CDUL
3ªj. - 10-11/12/05 - Belenenses vs. Técnico
4ªj. - 17-18/12/05 - AA Coimbra vs. Belenenses
5ªj. - 7-8/01/06 - Belenenses vs. CDUP
6ªj. - 14-15/01/06 - Agronomia vs. Belenenses
7ªj. - 21-22/01/06 - Benfica vs. Belenenses
8ªj. - 28-29/01/06 - Belenenses vs. GD Direito
9ªj. - 4-5/02/06 - CDUL vs. Belenenses
10ªj. - 11-12/02/06 - Técnico vs. Belenenses
11ªj. - 25-26/02/06 - Belenenses vs. AA Coimbra
12ªj. - 1-2/04/06 - CDUP vs. Belenenses
13ªj. - 8-9/04/06 - Belenenses vs. Agronomia
14ªj. - 14-15/04/06 - Benfica vs. Belenenses

Taça de Portugal

A taça será disputada inicialmente em 3 grupos de 4 equipas, sendo o Belenenses o cabeça-de-série do grupo C (no A está equipa do Direito e no B a formação de Agronomia).

Grupo C - Belenenses, CDUL, Cascais e Caldas.

1ªj. - 1-2/10/05 - CDUL vs. Belenenses
2ªj. - 8-9/10/05 - Belenenses vs. Cascais
3ªj. - 15-16/10/05 - Caldas vs. Belenenses
4ªj. - 22-23/10/05 - Belenenses vs. CDUL
5ªj. - 5-6/11/05 - Cascais vs. Belenenses
6ªj. - 12-13/11/06 - Belenenses vs. Caldas

Dia do adepto Azul

Iniciativa da Fúria Azul



Muitos de nós, crescemos caminhando para o Restelo para ver e apoiar o nosso Belém.Para outros aquele local foi sempre a sua casa.As alegrias, as vitórias, as tristezas e as derrotas, os momentos de glória e a nossa história encontram-se ali. É dever de todos os sócios e adeptos conhece-la melhor.O dia do Adepto Azul tem esse objectivo, o convivio alegre e sádio de todos os que amam este clube, de dar a conhecer as nossas raizes, do que realmente é “Ser Belenenses”, de divulgar a nossa história e mostrar de modo pormenorizado o nosso património de que todos nos orgulhamos.Vamos fazer deste dia, um dia mágico para todos os belenenses.Assim, todos os sócios e simpatizantes do Clube de Futebol “Os Belenenses” estão convidados a participar neste dia que é especialmente dedicado á grande familia belenense.Organizem a vossa participação, inscrevam-se e tragam os vossos amigos azuis também.

continua...


REGULAMENTO:

O Dia do Adepto Azul, iniciativa da Fúria Azul, rege-se pelo presente regulamento:

Podem participar no Dia do Adepto Azul todos os Sócios, Adeptos ou simpatizantes do C.F. “os Belenenses” através de inscrição em formulário como equipa ou individual.

Todas as actividades do Dia do Adepto Azul serão realizadas no Complexo desportivo do Estádio do Restelo.

Os participantes, equipas e individuais, podem optar por participar numa ou em todas as Actividades. Para o Futsal o máximo de equipas aceites são 8.

Calendário provisório da jornada azul:

10h00 – 13h00 – Jogo de futebol no campo polidesportivo do Restelo
14h00 – 16h00 – Almoço e convivio
16h00 – 17h00 – Visita guiada ao complexo do Restelo
17h00 – 18h00 – Quiz (perguntas) sobre cultura belenenses (passatempo com prémios)
18h - Várias Actividades
21h – Assistir ao jogo de apresentação aos sócios – Belenenses vs Standard Liége

Há prémios para as melhores equipas nas várias actividades sendo os resultados finais obtidos com o somatório de pontos conquistados.

Torneio de Futsal Adepto Azul:

Equipa – As equipas inscritas deverão ser constituidas por um mínimo de 5 e um máximo de 7 elementos.
Individual – Todos os Sócios, Adeptos ou Simpatizantes inscritos individualmente serão, no dia da actividade, agrupados em equipas de 5 a 7 elementos de modo a participarem em igualdade com as restantes equipas.

O Torneio de Futsal Adepto Azul será disputado por todas as equipas com o seguinte esquema de Pontuação:

Vitória – 3 pts
Empate – 2 pts
Derrota – 1 pt

Por cada Golo marcado – 1 pt a somar ao total obtido no jogo

Por cada Adepta participante – 1 pt a somar ao total obtido no jogo
Por cada Participante com mais de 40 anos - 1 pt a somar ao total obtido no jogo

Equipa com mais Adeptas – 10 pts a somar ao total final
Equipa com os Adeptos mais Idosos – 10 pts a somar ao total final
Equipa com os Adeptos mais Novos – 10 pts a somar ao total final


Peddy Papper Azul:

Será distribuido durante o almoço uma pasta contendo várias informações sobre o Dia do Adepto Azul, entre elas estará um questionário com 50 questões sobre o Belenenses (história, Atletas, Instalações, Jogos, etc) que todas as equipas têm que responder dentro do prazo indicado.

Cada questão respondida acertadamente vale 5 pontos. O total obtido será somado aos pontos conquistados nas restantes provas.

Visita ao Museu do Clube:

Após o almoço realizar-se-á uma visita guiada ao Museu do Clube que contará com a presença de figuras históricas do Clube.


Jogo de Apresentação do CF “os Belenenses”:

Após a entrega de prémios e lembranças às equipas, entrega que será feita por ilustre figuras do Clube, os participantes serão conduzidos às bancadas do Estádio do Restelo onde serão convidados a assistir ao jogo de Apresentação da equipa profissional de futebol contra a equipa Belga do Standart Liege.

Inscrição:

As inscrições terão que ser realizadas até ás 18h do dia 27 de Julho de 2005
A inscrição terá que possuir os seguintes dados:

Exemplo:

Nome do adepto azul: João Cruz de Cristo
Idade: 30 anos
Nºde sócio CFB / FA (opção): 0000 / 000
Actividades a participar: Almoço + futebol + peddy papper


Inscrição para jogo de futebol:

Cada equipa terá que enviar o seguinte formulário independentemente da inscrição anterior:

Nome da equipa:

Capitão de equipa:
Jogador 2:
Jogador 3:
Jogador 4:
Jogador 5:

Opcional

Suplente 1:
Suplente 2:

Neste formulário terá que constar o NOME do jogador, o Nº DE SÓCIO e a IDADE.

O jogo de futebol e o almoço tem o valor de 3 euros (bebidas não incluidas).
Este evento é organizado pela Fúria Azul e está inserido nas comemorações do seu 21º Aniversário.
Para mais informações e inscrições contactar e-mail: armadaazul@netcabo.pt ou telefone: 91 218 91 29

segunda-feira, julho 11, 2005

À conversa com... Pedro Nova









Continuamos a nossa rubrica de entrevistas aos craques do futsal com mais um reforço para a época que se avizinha.
Proveniente do Freixieiro, tem 23 anos de idade, muita experiência de 1ª divisão e competições europeias. Eis uma breve apresentação de Pedro Nova:




continua...

Pedro, para começarmos, conta-nos o que sentiste por assinar pelo nosso Belém, clube do qual és sócio à 23 anos?
Foi muito bom, senti uma alegria muito grande. Já andávamos em conversações à algum tempo. Fiquei muito feliz, foi a concretização de um sonho.

Já tinha havido possibilidade de vires para cá no ano passado ou o primeiro contacto foi apenas nesta época?
O primeiro contacto foi efectuado apenas este ano.

E como foi o início da tua carreira?
Comecei aqui no Belenenses nas escolinhas, mas como não havia competições para a minha idade, fui para o clube do meu bairro, os Leões de Porto Salvo, que ia participar pela primeira vez com os infantis no campeonato. Joguei até júnior. Depois fui para o Sporting, onde estive dois anos, no meu segundo ano de sénior fui jogar para o Sassoeiros onde fiz uma época muito boa que despertou o interesse do Freixieiro. Aí estive mais dois anos, até que surgiu o interesse do nosso Belenenses e cá estou eu.

Como se processou a troca Freixieiro/Belenenses?
Foi uma troca simples, o Freixieiro facilitou a minha saída. Eles sabiam que sou Belenenses de coração, estava longe da minha família e sabiam também da minha vontade de vir jogar para aqui. Quero fazer um agradecimento muito especial ao presidente do Freixieiro, o Senhor Mário Brito, por ter facilitado a minha transferência.



Para quem segue a modalidade, sabe que o Freixieiro é uma equipa profissional. Tu como jogador profissional, achas que o futuro da modalidade passa por aí?
Sem dúvida alguma. Há muita coisa para treinar no futsal e os treinos à noite são insuficientes para abordar determinados pormenores e detalhes, como marcação, remate, posicionamento e passe. Durante o dia treinava-se estas vertentes, à noite era para o treinador principal nos dar a táctica.

Achas que é viável todas as equipas serem profissionais? Mesmo sabendo que há várias equipas de futebol de 11 com os ordenados em atraso?
Foi bom a subida à 1ª divisão de futsal de equipas com nome na Superliga para dar mais notoriedade e atrair mais público e investidores à modalidade, o que poderá, eventualmente, instalar o profissionalismo em toda a 1ª divisão, muito embora, haja equipas com bastantes dificuldades.

Achas que a comunicação social dá o devido destaque à modalidade?
Já está a dar mais destaque, mas ainda é muito pouco. As notícias na televisão são quase nulas, excepto a transmissão de alguns jogos e nos jornais apenas é dedicada meia dúzia d linhas. É muito pouco.

A selecção é um objectivo na tua carreira?
Espero, acima de tudo, jogar no Belenenses bem mais tempo do que lá em cima. Tenciono fazer uma época superior à que fiz no Sassoeiros, a qual me permitiu ir para o Freixieiro. Se estes factores se conjugarem, uma boa época minha aliada a uma carreira brilhante do Belenenses, acredito que poderei ir à selecção brevemente.

Gostavas um dia de experimentar jogar no estrangeiro?
Gostava muito de jogar em Espanha. Já lá fiz alguns jogos para a Taça das Taças e o ambiente é indescritível, pavilhões enormes, quase sempre cheios. São realidades diferentes, mas por agora é só Belenenses.

Voltando ao tema Belenenses. Quais são os vossos objectivos para a época de estreia na 1ª divisão?
Os objectivos propostos pela equipa técnica são os play-off e na taça de Portugal é melhorar o ano passado, ou seja, é chegar à final.

E quem chega à final da taça...
É um jogo em que tudo pode acontecer. É para ganhar. Em relação ao campeonato, os meus objectivos de equipa passam pelo 4º/5º lugar.

A partir do momento em que chegamos aos play-off, achas que o título é possível?
Os play-off vieram dar muita qualidade e mais emoção ao nosso campeonato. E tudo pode acontecer a partir do momento em que ganhas um jogo nos play-off...

E os teus objectivos pessoais?
Quero jogar com muita regularidade, marcar muitos mais golos e acima de tudo ajudar a equipa a concretizar os seus objectivos. Noutro âmbito, e visto, que possuo o 1º nível de treinador, já fui campeão nos Leões de Porto Salvo com as camadas mais jovens da modalidade, gostava de criar uma escolinha de futsal no Belenenses para crianças dos 7 aos 11 anos. Nesse sentido, já elaborei um projecto para apresentar ao departamento de futsal, que gostava que fosse aceite.

Qual é a posição que ocupas no ringue?
Gosto de jogar a ala/pivot, embora prefira a posição de ala.

Já conhecias alguns dos jogadores do nosso plantel. Acreditas que não irás ter problemas de integração no grupo.
Joguei com o Vilar, o Caetano e o Miguel Fernandes no Sassoeiros e no Sporting. Embora estejamos de férias ainda, acredito que não irei ter problemas de integração. Sei que vou para um balneário espectacular, sem divisões de grupo e com todos a remar para o mesmo lado.

Há uma empatia muito forte entre os jogadores e os sócios do Belenenses. Tens conhecimento de situações destas nos clubes por onde passas-te?
Tanto no Sassoeiros como no Freixieiro havia claques de apoio ao futsal que nos seguiam para todo o lado. Mas tenho a certeza que o apoio dado aqui no Belenenses pelos sócios irá ser muito melhor.

E o apoio esperado para este ano?
O apoio do público é fundamental. Já tive a desvantagem de jogar com o pavilhão fechado, lá no Freixieiro e é muito mau jogar sem o público a puxar por nós, é essencial sentir a força dos adeptos.



Assume o teu papel de sócio e dá-nos a tua opinião sobre o reforço da equipa de futebol de 11.
Este ano foi finalmente feita uma boa política de contratações, foram contratados os jogadores certos para os lugares certos. Só falta o defesa esquerdo. Gostava de ver o Vasco Faísca e/ou o Bruno Basto. As primeiras 5/6 jornadas são fundamentais, se obtivermos bons resultados, a equipa fica empolgada. Tenciono ir ver os jogos sempre que puder.

Achas que este ano é que vamos à UEFA?
Eu até acho que é possível mais. Com muito trabalho e ambição tudo é possível.

A pergunta da praxe. Queres deixar alguma mensagem aos sócios do Belenenses?
Apoiem a equipa de futsal porque vai valer a pena e vão ter muitas alegrias. Não se vão arrepender. Venham assistir aos nossos jogos e encham o pavilhão de azul do Restelo!

Pedro, muito obrigado e da nossa parte podes ter a certeza que não vamos faltar com o apoio!

Fotos: Marta Lima

domingo, julho 10, 2005

Análise do plantel 2004/05

Luciano Rodrigues

Agora que se perspectiva uma nova temporada, que se espera recheada de exitos, e algum tempo passado sobre o final da época 2004/05, com os ânimos mais serenados, é tempo de fazer um balanço da prestação individual dos atletas. Segue-se então uma análise individual dos jogadores que na temporada passada envergaram a camisola azul:
continua...


Marco Aurélio – Uma época tranquila de um guarda-redes de nível mundial. De Marco Aurélio pouco mais há a dizer. É um grande guarda-redes e um símbolo do Belenenses.

Pedro Alves – Jogou apenas na Taça de Portugal, onde acabou por, infelizmente, ficar como maior marca o “frango” em Pinhal Novo. No entanto, não comprometeu.

Amaral – O grande reforço da época 2004/05 e um dos melhores laterais-direitos da Superliga. A sua prestação, no entanto, foi decrescendo ao longo da temporada. Destaque para o facto de ter sido totalista.

Pelé – “Assentou” a central e fez uma época extraordinária que merecia já a chamada à Selecção Portuguesa. Forte no jogo aéreo e intransponível no 1-para-1, faz-se valer ainda de uma velocidade pouco usual para um jogador com a sua morfologia

Rolando – Foi uma das revelações da Superliga na 1ª volta, mostrando ser um central com largo futuro. No entanto, os seus 19 anos levam a que ainda haja aspectos de jogo em que, numa posição tão “crítica”, dificultaram a sua afirmação. Acabou por passar a 2ª volta no banco. Excelente no jogo aéreo e muito certo pelo chão, é traído por vezes pela tal falta de experiência.

Wilson – A última época de um jogador que deixou marca no Restelo começou mal mas acabou com a titularidade durante a 2ª volta. Trouxe enorme estabilidade ao sector defensivo e, apesar de algumas limitações físicas, fez-se valer da sua experiência.

Renato – Contratado em Janeiro, Renato acabou por actuar apenas nos dois últimos jogos da época, com boas prestações que, no entanto, não chegaram para convencer a equipa técnica.

Cristiano – Começou a época a titular do lado esquerdo da defesa azul, o que acabou por desgastar os nervos da massa adepta. Jogador a quem não se pode acusar de falta de esforço, a verdade é que Cristiano não pode ser lateral. Talvez a central pudesse ser mais útil…

Sousa – Após lesão gravíssima no primeiro jogo da pré-temporada, Sousa reapareceu em Janeiro, ganhou a titularidade do lado esquerdo da defesa e foi peça importante na 2ª metade de campeonato, quer a defender, quer a atacar. De mal amado das bancadas, passou a jogador respeitado. Grande vitória!

Cabral – Poucas aparições, ainda assim efectuou algumas partidas interessantes. Mas a sua condição física não era a melhor.


Eliseu – Passou ao lado da época, com meia-dúzia de presenças no lado esquerdo da defesa e outra meia-dúzia no lado esquerdo meio-campo (aqui, com uma média de 5 minutos em cada jogo em que entrou). Não comprometeu e no meio-campo parecia pedir mais tempo para se mostrar…

Tuck – Em ano de despedida, Tuck poucas vezes foi utilizado. A exibição no jogo para a Taça com o Sp. Pombal foi o último concerto que o maestro dirigiu no Restelo. De forma genial. A sua despedida como jogador foi bonita e comovente. Fica entre a família azul.

Andersson – Capitão de equipa durante os primeiros meses da temporada, Andersson jogou na posição errada. Certinho, sem nunca comprometer, mesmo assim a sua prestação foi positiva. A lesão que contraiu e a contratação de Rui Ferreira levaram-no a passar mais tempo no banco.

Rui Ferreira – Contratado em Janeiro, rapidamente se transformou numa referência em campo. Uma pena não chegar ao Restelo com menos 3 ou 4 anos. Jogador de elevado sentido táctico, foi fundamental para a 2ª melhor defesa da 2ª volta.

Zé Pedro – É muito difícil falar de Zé Pedro, pois a sua época no global até se pode considerar positiva. O problema é quando entramos em consideração com o seu potencial, e aí a sua época não foi mais que medíocre. Acabou por estar ligado ao momento alto da temporada, ao marcar 2 golos na goleada sobre o Benfica.

Marco Paulo – Depois de anos a fio com as bancadas a querem o “marreco” no banco, este ano suspirou-se pelo seu regresso à equipa. Voltou ao 11 e mostrou toda a sua utilidade.

Neca – “Tapado” por Juninho Petrolina no início da temporada, Neca foi ganhando o seu espaço na equipa e realizou uma temporada bastante agradável. Também a ele, em menos escala, se aplica o que disse de Zé Pedro. Tanto potencial esbanjado…

Juninho Petrolina – Foi a verdadeira desilusão da temporada, apesar de ser importante realçar a sua importância nas primeiras jornadas, onde foi o motor da equipa. Acabou por sair do 11, mais tarde das convocatórias e posteriormente abandonar o clube… mais um cheio de potencial…

Ruben Amorim – Um jovem cheio de valor, Ruben acabou por passar muito tempo fora das opções, ao que consta devido ao processo de renovação de contrato. Quando jogou, não comprometeu e prometeu.

Paulo Sérgio – Pequeno e rápido, Paulo Sérgio veio em Janeiro trazer grande vivacidade ao ataque, apesar de pouco discernimento. Mas a verdade é que o ataque azul viveu da sua inspiração na 2ª metade da época.

Brasília – “Banco” importante nas primeiras jornadas, não aceitou a sua situação e acabou por sair do clube em rota de colisão com Carlos Carvalhal. Um extremo esquerdo que mostrou valor.

Antchouet – Após uma primeira volta brilhante, Antchouet, por força de lesões, castigos e, talvez, pouca vontade, teve uma 2ª volta fraquíssima. Mesmo assim, ainda conseguiu ser o 5º melhor marcador do campeonato e peça fundamental na equipa.

Lourenço – O que dizer de um avançado titular durante uma época na maioria dos jogos da sua equipa que não marcou um golo de bola corrida??? Enfim, o momento que ainda conseguiu extrair alguma simpatia das bancadas foi quando, ao marcar um penalty, chutou na relva e se lesionou…

Rodolfo Lima – Entrou algumas vezes, muitos sprints, pouqíssima produtividade. Mesmo assim, ao contrário de Lourenço, logrou marcar golos…


Jorge Tavares – 24 minutos em campo, 1 golo, 18 anos. Capitão dos Juniores, Belenense de coração, sobrinho do malogrado e recordado José António. Tem condições para ser um óptimo avançado

Catanha – Contratado na Rússia em Janeiro, nunca se impôs, ao que foi dito porque a equipa não tinha extremos que centrassem bolas. A verdade é que em campo era um farol, mas poucas foram as oportunidades de que dispôs. Acabou dispensado antes do final da temporada.

Gonçalo Brandão




Sandro




Mangiarrati